audiencia-do-mppb-vai-definir-venda-de-ingressos-do-paraibano
Imagem Ilustrativa (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Audiência do MPPB vai definir venda de ingressos do Paraibano

Pela tabela do Campeonato Paraibano de Futebol 2018 os times se enfrentam nos dias 21 de janeiro (em João Pessoa) e 18 de fevereiro

219
COMPARTILHE

O Ministério Público da Paraíba vai fazer uma audiência para definir a venda de ingressos e comportamento das torcidas organizadas para os jogos entre o Treze e o Botafogo. A reunião está marcada para a próxima segunda-feira (15), às 15h, no edifício-sede do MPPB, em Campina Grande. Pela tabela do Campeonato Paraibano de Futebol 2018 os times se enfrentam nos dias 21 de janeiro (em João Pessoa) e 18 de fevereiro (em Campina).

O procurador de Justiça Valberto Cosme de Lira – que é coordenador do Núcleo do Desporto e de Defesa do Torcedor (Nudetor) e da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba – explicou que o Regulamento Geral das competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prevê que o clube visitante tem o direito de adquirir, com pagamento prévio, 10% dos ingressos para os jogos. No segundo jogo, que será no Amigão, por exemplo, a capacidade é de 20 mil torcedores e, seguindo a regra, o Botafogo teria direito a 2 mil ingressos.

“Acontece que, historicamente, nas partidas em que Treze e Botafogo se enfrentam sempre há o compartilhamento de ingressos, ou seja, são disponibilizados mais que 10% dos ingressos ao time visitante. Sendo assim, o mesmo regulamento determina que deve haver um acordo assinado entre os clubes. Assim, o MPPB tem coordenado essas reuniões, onde são feitos os acordos e assinada uma ata”, explicou Lira.

Além da venda de ingressos, diante da rivalidade existente entre as torcidas organizadas, os clubes também se comprometem em informar sobre a visita das suas torcidas organizadas (identificação do veículo que transportará os torcedores e previsão de chegada na cidade visitante, bem como indicação do local de concentração). A polícia faz a revista das torcidas e a escolta até os estádios onde ocorrem os jogos.

Além dos dirigentes dos clubes, foram convocados para a reunião representantes da Federação Paraibana de Futebol, da Secretaria de Estado de Juventude e Esporte, do comando regional da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), da Superintendência de Transporte e Trânsito (STTP) e da Guarda Municipal.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas