Início Geral

Bancada federal se reúne com Temer para discutir crise hídrica na Paraíba

A bancada federal paraibana vai se reunir com o presidente da República, Michel Temer (PMDB), para discutir a crise hídrica na Paraíba. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (20) pelo deputado federal e coordenador da bancada, Benjamin Maranhão (SD). Segundo o parlamentar, a data do encontro ainda será confirmada. Ele lembrou que a situação é desesperadora, pois quase 90% dos municípios da Paraíba estão em situação de emergência e maior parte dos reservatórios está seco ou prestes a secar.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

“Vamos levar ao conhecimento do presidente a realidade da Paraíba na questão hídrica e pedir que o Governo Federal conclua o mais rápido possível a transposição do rio São Francisco, que será uma redenção para o Nordeste. Vamos solicitar também mais recursos para obras emergenciais como perfuração de poços, construção de cisternas e renovação de barragens e açudes”, revelou o deputado.

De acordo com Benjamin, a bancada federal está atenta à questão hídrica da Paraíba e ao clamor da população por água. “Diversos açudes já estão secos e outros com menos de 5% da sua capacidade total. Não podemos admitir que os paraibanos continuem sofrendo sem água”, disse.

Além Benjamin Maranhão (SD), a bancada federal paraibana é composta pelos deputados Pedro Cunha Lima (PSDB), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Aguinaldo Ribeiro (PP), Hugo Motta (PMDB), Manoel Junior (PMDB), Wellington Roberto (PR), Efraim Filho (DEM), Wilson Filho (PTB), Rômulo Gouveia (PSD), Luiz Couto (PT) e Dr. Damião (PDT). Também integram o bloco os senadores José Maranhão (PMDB), Raimunda Lira (PMDB) e Deca (PSDB).

Reservatórios secos – Atualmente na Paraíba, dos 128 reservatórios monitorados pela Agência Executiva de gestão das Águas na Paraíba (Aesa), 26 estão vazios e mais 58 se encontram com menos de 5% de capacidade. Ou seja, 65,6% dos reservatórios se encontram sem água ou com impedimento para abastecimento nos municípios. Conforme a Aesa, 38 reservatórios estão com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total e 31 se encontram em observação, com registro menor que 20% do seu volume total.

Reservatórios vazios na Paraíba:

1. Algodão de Jandaíra – Algodão

2. Teixeira – Bastiana

3. Barra de São Miguel – Bichinho

4. Itaporanga – Cachoeira dos Alves

5. Caraúbas – Campos

6. Picuí – Caraibeiras

7. Jericó – Carneiro

8. Congo – Cordeiro

9. Belém do Brejo do Cruz – Escondido

10. Gurjão – Gurjão

11. Princesa Isabel – Jatobá II

12. São José da Lagoa Tapada – Jenipapeiro

13. Taperoá – Lagoa do Meio

14. Puxinanã – Milhã (Evaldo Gonçalves)

15. Tavares – Novo II

16. Olivedos – Olivedos

17. Ouro Velho – Ouro Velho

18. Prata – Prata II

19. Riacho de Santo Antônio – Riacho de Santo Antônio

20. Riacho dos Cavalos – Riacho dos Cavalos

21. Teixeira – Sabonete

22. Serra Branca – Serra Branca I

23. São José do Sabugi – São José IV

24. São Mamede – São Mamede

25. Belém do Brejo do Cruz – Tapera

26. Taperoá – Taperoá II (Manoel Marcionilo)

Leia mais
notícias em portalcorreio.com.br,
siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.