Início Geral

Belo leva gol de empate no fim do jogo, mas sobe uma posi??o no Brasileir

O Botafogo-PB poderia ter conquistado a vitória em cima do Crac-GO na segunda rodada do Campeonato Paraibano da Série C e assumido a liderança da competição, mas no final do segundo tempo da partida o Belo sofreu o gol do time de Goiás e terminou empatado com 2 a 2.

Mesmo sem a vitória, esse foi um bom resultado para o time paraibano que jogou na casa do adversário, no estádio Genervino da Fonseca, em Catalão (GO). Com mais um ponto somado o Botafogo-PB sobe para segunda posição do grupo A do campeonato, ficando atrás Paysandu no saldo de gols. O CRAC é o nono colocado, com um ponto.

O placar terminou em 2 a 2, com gols de Magno Alves e Lenílson para o Belo, e de Zotti e Nino Guerreiro para os donos da casa.

O próximo
compromisso do Botafogo será diante do Atlético, em confronto válido pela 14ª rodada
do segundo turno do Campeonato Paraibano 2014.

O jogo

O time da casa começou melhor. Maninho e Tito fazem a tabela e Maninho cruza para Nino Guerreiro, que tentou de cabeça e mandou para fora. O Belo respondeu com Lenílson, que passou para Doda, dele saiu o toque para Ferreira, que soltou uma bomba, mas o goleiro faz a defesa.

Nino Guerreiro tentou novamente  com chute forte, mas o goleiro do Bota Genivaldo fez outra grande defesa.

O primeiro gol saiu aos 42 minutos.  Zotti recebeu a bola e chutou direto para abrir o placar.

Na volta ao campo, aos nove minutos, Pio cobrou escanteio, Magno Alves recebeu e cabeceou direto para o fundo das redes para deixar tudo igual no placar. Já aos 15 minutos, o Belo conseguiu a virada. Lenílson recebeu cruzamento de Pio na entrada da pequena área e, de primeira, marcou o segundo do time.

O Crac conseguiu o empate ao 44 minutos da segunda etapa do jofo. Após bate-rebate, Nino Guerreiro conseguiu o empate, em um lance duvidoso, que gerou reclamações se a bola realmente entrou.

No fim do jogo, os jogadores e a comissão técnica fez diversas reclamações com a arbitragem.

Ficha Técnica

CRAC/GO: Juliano, Serginho (Araújo), Tiago Borba, Fábio Silva e Maninho; Coquinho, Diogo (Tachira), Zé Neto (Rafael) e Zotti; Nino Guerreiro e Tito. Técnico: Zé Roberto.

Botafogo: Genivaldo, Ferreira (Nego), André Lima, Magno Alves e Aleex Cazumba; Zaquel, Pio (Hércules), Doda e Lenílson; Rafael Aidar (Igor) e Frontini. Técnico: Marcelo Vilar.

Arbitragem: Wales Martins de Souza (DF), Alex Alexandrino (SP) e Jose Araujo Sabino (DF).

Cartões amarelos: Tiago Borba (C); Magno Alves (B).

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.