Início Portal Correio

Berg Lima vai à Câmara, mas não consegue entregar renúncia

O prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido), esteve na Câmara Municipal na tarde desta segunda-feira (13) para entregar a carta-renúncia do mandato. Ele chegou a entregar o documento ao vereador Inaldo Andrade (Republicanos), presidente da Casa, mas ele afirmou que não poderia receber já que o secretário legislativo havia ido embora. Berg informou que nesta terça-feira (14) pela manhã estará na Câmara para oficializar a desistência do mandato.

A justificativa do presidente da Câmara não convenceu. Inaldo Andrade é aliado do atual prefeito Jefferson Kita, que teria que deixar o mandato ou concorrer em caso de novas eleições no município. A saída de Berg completaria um ciclo de um mandato marcado por prisão, afastamentos, retornos, pedidos de cassação pela Câmara, absolvição, além da cassação de então vice-prefeito Luiz Antônio.

Na última sexta-feira (10), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Tóffoli, negou pedido de suspensão de liminar impetrado por Berg Lima para que retornasse ao cargo. Ele foi afastado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) em maio deste ano, acusado de contratar servidores fantasmas para a prefeitura de Bayeux em 2017. A liminar, em decisão monocrática do presidente do Supremo, foi negada no dia 3 deste mês.

*Por: Sony Lacerda, especial para o Portal Correio

Palavras Chave

BayeuxPortal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.