Início Geral

Blatter teria surtado e descartado Copa no Qatar em 2022

Um importante jornal da Europa, o alemão Der Spiegel, informou nesta semana que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, teria admitido que a Copa do Mundo de 2022 não será realizada no Qatar.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

A informação causou surpresa nos membros da Federação Norueguesa, com quem o dirigente esteve reunido no momento desta afirmação, no dia 13 de outuburo último.

Segundo a publicação alemã, Blatter chamou os árabes de arrogantes, argumentando que eles acham que, só porque têm dinheiro, podem fazer o que quiserem. 

A questão política também seria um incômodo para ele, que acusou xeques do Qatar de darem apoio a grupos terroristas. 

Em comunicado oficial, porém, a Fifa negou a existência de qualquer alteração na sede do Mundial. Segundo a entidade não há possibilidade de o Qatar deixar de receber o evento.

Muitos investimentos já estão sendo feitos no país. Mais de R$ 450 bilhões serão investidos no megaevento, um valor mais de 15 vezes maior ao que foi investido na Copa do Mundo do Brasil.

A Copa no Qatar também está envolvida em denúncias de corrupção. Segundo investigações, o ex-presidente da Concacaf, Jack Warner, teria recebido um suborno do então presidente da Confederação de Futebol da Ásia, Mohamed Bin Hamman, um dos articuladores da candidatura, para votar pela realização do evento no país. Warner e Bin Hamman foram afastados de seus cargos e de suas funções na Fifa.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.