Bombeiro é expulso da corporação acusado de estuprar menina de cinco anos em JP

33
COMPARTILHE

Um cabo do Corpo de Bombeiros da Paraíba foi expulso da corporação, acusado de estuprar uma menina de cinco anos. O crime ocorreu em 2003 e ele foi condenado a oito anos de prisão em regime fechado, mas a publicação sobre a expulsão foi publicada na edição desta terça-feira (27) do Diário Oficial do Estado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A Portaria no D.O diz que o cabo José Marques Simão estuprou a criança na casa dele, no dia 15 de outubro daquele ano, no bairro do Grotão em João Pessoa. Ele foi preso em flagrante.

Simão foi condenado em primeira instância a 10 anos de reclusão, mas a pena foi reduzida para oito anos pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e o, agora, ex-bombeiro, deverá cumpri-la de forma integral.

O documento é assinado pelo coronel Jair Carneiro e diz ainda que Simão teve respeitados os princípios de ampla defesa e do contraditório.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas