Botafogo consegue absolvi??o de Marcel em julgamento de expuls

15
COMPARTILHE

A diretoria jurídica do Botafogo, na pessoa do vice-presidente jurídico Fábio Rangel e do advogado Osvaldo Sestário Filho, conseguiu, na quarta-feira (22), a absolvição por unanimidade do volante Marcel no julgamento do atleta pela expulsão no jogo contra o Vila Nova, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. No julgamento, o então treinador do Botafogo na partida contra o Vila Nova, Roberto Fonseca, também foi absolvido de forma unânime.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Os dois tinham sido expulsos no jogo contra o time goiano e depois denunciados no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê punição para qualquer pessoa parte do espetáculo que assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras do próprio CBJD.

O ex-treinador do Botafogo ainda foi absolvido do art. 254, que prevê a punição para agressão. O relator do processo, Luis Felipe Procópio, entendeu que as provas apresentadas pela diretoria jurídica do Botafogo, composta por imagens e gravações, eram robustas e inocentavam os dois botafoguenses, à época, do que havia sido denunciado pelo árbitro na súmula.

Com a absolvição, Marcel, que já cumpriu suspensão automática na partida contra o Fortaleza, pode ficar à disposição do treinador Ramiro Souza para o jogo contra o América de Natal, no domingo (26), no estádio Almeidão, em João Pessoa.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas