Início Geral

Botafogo faz goleada de 5 a 0 e sobe pro G-2; t?cnico do CSP desistiu da equipe no jogo

O Botafogo deu um show em campo e venceu com uma goleada de 5 a 0 o CSP, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Paraibano. O jogo ocorreu na noite dessa quarta-feira (30) no Almeidão, em João Pessoa. O fato curioso da disputa foi a desistência do técnico do CSP, Josivaldo Alves, que passou o comando do time nesse jogo para o auxiliar, no segundo tempo.

Depois desse resultado, o Bota se garante no grupo de classificação do estadual, pelo menos até esta quinta-feira (1), assumindo a segunda posição da tabela, com 19 pontos. Enquanto isso, o CSP aparece em sexto, com 11 pontos, bem perto da zona de rebaixamento.

Agora, o alvinegro vai encarar uma partida da Série C do Brasileirão, contra o Crac, em Catalão (GO). A equipe alviceleste não tem compromisso em campo nos próximos dias, já que a tabela da segunda fase do Paraibano ainda não está totalmente definida.

O jogo

Frontini foi o grande destaque da noite, fechando quatro gols na competição e se firmando como o artilheiro do Belo. Na partida dessa quarta-feira, ele marcou dois na rede do CSP.

Um dos gols do Bota na partida

Foto: Um dos gols do Bota na partida
Créditos: Divulgação

Logo no primeiro tempo, o Botafogo já se mostrou com muita energia, animando a torcida. Foi tanto pique, que aos sete minutos Pio recebeu de Lenílson e bateu para abrir o placar. 1 a 0 no Almeidão.

Aos 15 minutos, teve mais pressão do Bota com uma super jogada de Rafael. Enquanto o CSP continuava mais lento em campo, Aidar chutou forte, mas Ferreira defendeu e não deixou que o segundo gol viesse naquele momento.

Mas, aos 19 minutos, André Lima marcou e aumentou o marcador para 2 a 0 sobre o Tigre.

Somente meia hora depois que o alviceleste acordou e fez uma jogada perigosa contra o Bota, mas Genivaldo segurou.

Lenílson é derrubado na área aos 37 minutos e no pênalti, ele mesmo cobrou e fez o terceiro gol do Botafogo.

Fechando o primeiro tempo, o Belo ainda tinha fôlego para fazer o quarto gol com um belo passe de Frontini.

Na segunda parte, o Bota continuou com energia, mas Marcelo Vilar fez algumas substituições para não deixar ninguém cansado. Entraram Nêgo, Leomir e Izaías, nos lugares de Ferreira, Lenílson e Pio, respectivamente, aos 28 minutos.

Mais uma vez, o alvinegro agiu rápido e logo aos seis minutos fez o quinto gol da noite. Doda sofreu pênalti e Frontini cobrou novamente, deixando 5 a 0 no marcador, até o final do jogo.

Até os 45 minutos, a partida ficou fraca, sem jogadas perigosas e ainda teve a desistência do técnico do CSP, Josivaldo Alves, que entregou o comando do time na partida para o auxiliar.

Ficha Técnica

Botafogo: Genivaldo, Ferreira (Nego), Magno Alves, André Lima e Alex Cazumba; Zaquel, Pio (Izaías), Doda e Lenílson (Leomir); Rafael Aidar e Frontini. Técnico: Marcelo Vilar.

CSP: Ferreira, Rair, Ítalo (Wellington), Alexandre (Carlão) e Márcio; Peu, Jonatas, Gildo e Leandro (Tazinho); Soares e Carioca. Técnico: Josivaldo Alves.

Arbitragem: Antonio Carlos Rocha, Kildenn Tadeu e Oberto Santos.

Cartões amarelos: Frontini (B); Ferreira (C), Peu (C), Gildo (C).

Renda e Público: Não divulgados devido a problemas no sistema da Codata para contabilização do Programa Gol de Placa.

Patrimônio sorteia camisa oficial entre doadores

O Departamento de Patrimônio do Botafogo sorteou, na noite dessa quarta-feira (30), uma camisa oficial entre os doadores que optaram por pagar R$ 2 a mais na compra do ingresso. O sorteio foi realizado no intervalo do jogo.

Sorteio no intervalo da partida

Foto: Sorteio no intervalo da partida
Créditos: Divulgação

O ganhador foi Vilberto Lucena, com número de telefone finalizando em 2104. O torcedor já poderá buscar sua camisa na Loja Oficial BeloMania, nesta quinta-feira (1), munido de documento de identificação com foto.

O Patrimônio utiliza os valores doados para melhorar o Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno. Assim, todas as doações são revertidas para o próprio clube.

Dissor recebe homenagem da diretoria

A diretoria do Botafogo prestou, na noite dessa quarta-feira (30), mais uma homenagem a um ex-craque do clube. A ação aconteceu no intervalo do jogo.

Homenagem a Dissor

Foto: Homenagem a Dissor
Créditos: Divulgação

O condecorado desta vez foi o ex-ponta direita Dissor, que vestiu a camisa do alvinegro da estrela vermelha entre os anos de 1967 e 1970. “São muitas lembranças que vem a cabeça em um momento como este. Todas me dão muita saudade”, afirmou Dissor.

Das mãos do vice-presidente do Departamento Social, Francisco di Lorenzo Serpa, o ídolo do Belo recebeu um Diploma de Honra ao Mérito, enquanto o conselheiro Breno Moraes entregou a Comenda “Nininho – O Fiapo de Ouro”, e o vice-presidente do clube, Francisco de Assis, vestiu o ex-jogador com a camisa do time.

Logo depois, Dissor foi levado para a torcida e ovacionado pelos presentes. Esta foi mais uma das homenagens prestadas pela diretoria, que vem resgatando a história do Botafogo, através dos atletas que a escreveram.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.