Início Geral

Cafu d? receita para o hexa: “a Sele??o precisa chorar menos e jogar mais”

Último brasileiro a levantar o troféu da Copa do Mundo, Cafu dá a receita para o hexacampeonato. O capitão em 2002 foi claro em dizer nesta quinta-feira (3), em entrevista no Maracanã, no Rio de Janeiro, que a equipe tem de assumir mais as responsabilidades dentro de campo já para a partida contra a Colômbia, pelas quartas de final da competição. O ex-jogador quer que o time chore menos e jogue mais futebol.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

— O Brasil precisa jogar. Não precisa ter medo de adversário nenhum jogando dentro de casa. Temos que respeitar todos os adversários, mas tem que ir para cima, trabalhar em conjunto e acreditar que pode vencer. Tem muito mais gente torcendo a favor da seleção do que contra. Mas a gente precisa jogar. Arrumar o nosso time para que nós não soframos tanto quanto contra o Chile.

Jogador de quatro Copas (1994, 1998, 2002 e 2006), Cafu tem experiência de sobra em momentos decisivos. Ele atuou em 20 jogos, sendo 16 vitórias, um empate e três derrotas. O eterno camisa 2 da seleção lembra que mesmo nos grandes clubes que passou, jamais viu um elenco que se emocionasse tanto assim. Seja no Hino Nacional, na disputa de pênaltis ou depois de uma vitória suada, os atuais comandados de Luiz Felipe Scolari não se envergonham mesmo de derrubar rios de lágrimas.

— Agora é esquecer o choro e pensar em jogar futebol. Em 1994, depois da cobrança de pênaltis, choraram de alegria, de felicidade porque foi campeão. Nunca vi um elenco assim, mas cada um se expressa da maneira que acha melhor.

Sem perceber, o ex-jogador disse até mesmo que a equipe verde-amarela precisa “morder” os adversários ao cobrar mais vontade para vencer os adversários. A Comitê Disciplinar da Fifa puniu o uruguai Luis Suárez por nove partidas, quatro meses longe do futebol e multa pela mordida no italiano Giorgio Chiellini, anida na fase de grupos da competição.

— É chorar menos. Esquecer tudo o que há em volta. Entrar dentro de campo mordendo todo mundo e, como diz meu filho, “sangue no zóio”. Vambora para cima dos adversário. Acho que falta um pouco mais disso.

Brasil e Colômbia se enfrentam na sexta-feira (4), às 17 horas (de Brasília), no Castelão, em Fortaleza (CE), pelas quartas de final da competição. Quem avançar pega o vencedor de França e Alemanha, que jogam no mesmo dia, mas a partir das 13 horas. 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.