Início Geral

Câmara realizará audiência pública nesta quarta para discutir crise da UEPB

Atendendo a propositura dos vereadores Márcio Melo Rodrigues, Alexandre Pereira, Renan Maracajá, Antonio Alves Pimentel Filho e Marinaldo Cardoso, a Câmara Municipal de Campina Grande realizará nesta quarta (05) a audiência pública para discutir a grave situação pela qual passa a Universidade Estadual da Paraíba.

Leia também: UEPB recebe R$ 5 mi a menos de duodécimo e pede regularização para evitar mais cortes

Atualmente a situação da universidade é preocupante. Os professores efetivos da UEPB, preocupados com a possível demissão de 120 professores substitutos e do adiamento das novas turmas de maio para outubro, reclamam do sucateamento da instituição, que a cada ano sofre com a redução orçamentária.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba (Aduepb), Nelson Júnior, disse que “a nossa grande preocupação é fechar a UEPB, diante dessa situação caótica. Esses professores começam a voltar para suas cidades, perto de suas famílias, porque não há incentivo, não há reajuste há três anos”.

Na avaliação da Aduepb, diante dos cortes sofridos pela instituição, o reitor Rangel Júnior deveria chamar a comunidade acadêmica para uma audiência pública e expor a realidade orçamentária da UEPB, mostrando que, se continuar dessa forma, a Universidade vai fechar. “Tem que mostrar que o governador Ricardo Coutinho está quebrando a UEPB”, destacou. Os cortes devem atingir também servidores técnicos.

A consequência direta das demissões e do adiamento do semestre, segundo Nelson, é para os estudantes, uma vez que a instituição terá 2,7 mil alunos a menos todo ano. “É uma medida que atinge toda a sociedade, sobretudo alunos vindos de escolas públicas, tendo em vista que hoje 50% das vagas são destinadas a esses estudantes”, afirmou o presidente da Aduepb. Em cinco anos, a UEPB terá perdido mais de 10 mil alunos, segundo ele.

Desde o início do governo de Ricardo Coutinho, em 2011, a UEPB passa por um processo de redução de recursos. O governador mudou a lei de autonomia e passou a reduzir o orçamento da UEPB em valores percentuais, mesmo aumentando o valor real.

Para o ano de 2017, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou para a UEPB um orçamento de R$ 317 milhões (o executado em 2016 foi R$ 307 milhões). Este ano, ao apresentar o Quadro Demonstrativo de Despesa (QDD) do Orçamento do Estado, o governador apresentou o da Universidade com o valor de R$ 290,6 milhões, ou seja, com um corte de R$ 27 milhões.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.