Início Geral

Camisa do Barcelona em países árabes pode resultar em prisão e multa de R$ 453 mil

O fim das relações diplomáticas entre países árabes e o Qatar está interferindo diretamente no futebol: agora, até torcedores do Barcelona que vestirem a camisa do clube com patrocínio da Qatar Airlines nas ruas da Arábia Saudita, Egito, Bahrein e Emirados Árabes poderão ser presos. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Segundo o portal de notícias argentino Ole, o ato pode resultar em condenação a 15 anos de prisão — e o torcedor ainda terá que pagar 138 mil dólares [cerca de R$ 453 mil]. Não é apenas o uso da camisa que pode resultar em penas graves para os habitantes da região: o Ministério da Justiça dos Emirados publicou uma declaração oficial afirmando que qualquer forma de apoio ao Qatar pode resultar em reclusão e multa.

Por isso, os fanáticos pelo time catalão vão precisar correr e comprar o uniforme novo do clube, lançado para a temporada de 2017/2018, patrocinada pela empresa japonesa Rakuten.

Entenda o caso

O governo do Reino (saudita) decidiu romper relações diplomáticas e consulares com o Estado do Catar e fechar todos os portos terrestres, marítimos e aéreos para meios de transporte de nacionalidade catariana.

O Cairo acusa o emirado do Qatar de “apoiar as operações terroristas no Sinai e de intervir nos assuntos internos do Egito e dos países da região, de modo a ameaçar a segurança nacional árabe e favorecer as diferenças dentro das sociedades árabes”.

Segundo a agência oficial de notícias WAM, os Emirados Árabes reiteraram o seu compromisso e apoio aos países do Golfo e acusaram o Catar de “minar a segurança e a estabilidade da região, bem como de descumprir os compromissos e acordos internacionais”.

Da mesma forma que os Emirados Árabes, o Bahrein decidiu romper relações porque o Catar “financia o terrorismo”, que está associado com o Irã, informou a agência oficial barenita BNA.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.