Início Notícias

Campina registra queda de atendimentos iniciais da Covid

O Hospital Municipal Pedro I iniciou esta semana o atendimento primário dos pacientes com suspeita de Covid-19. Nos três primeiros dias do novo fluxo de atendimentos, o hospital recebeu 860 pacientes, o que representa uma média menor a 300 pessoas por dia. Na Unidade de Pronto Atendimento 24h do Alto Branco, esse número diário era de cerca de 350. Das 860 pessoas que passaram por consulta no Hospital Pedro I, apenas 30 pessoas precisaram de internação.

A recepção desses pacientes com suspeita da Covid-19 está sendo realizada na área externa do hospital, no estacionamento onde foi montada toda uma estrutura de consultórios e laboratório, inclusive com tenda de distribuição da medicação indicada para o tratamento precoce nos casos necessários avaliados pelos médicos.

“Essa nova estratégia tem sido muito eficaz porque o paciente vem ao hospital e, caso necessite internação, não precisa nem de transferência, já fica na unidade hospitalar e inicia o tratamento imediatamente. Nos casos leves, as pessoas recebem a medicação e são liberadas para cumprir o isolamento e se recuperar com a orientação adequada em casa”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Filipe Reul.

A mudança no fluxo foi possível porque o Hospital Pedro I apresenta uma baixa taxa de ocupação, com 35% de UTI e 27% de enfermaria. Durante os quase cinco meses em que a UPA foi a referência para o atendimento inicial, a unidade atendeu mais de 30 mil pessoas. Agora a UPA voltou a realizar os procedimentos de outras patologias.

Além disso, 15 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e três Centros de Testagem habilitados pelo Ministério da Saúde também realizam o atendimento primário e aplicam o teste rápido.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.