campina-grande-tera-servico-de-saude-bucal-para-pessoas-com-deficiencia

Campina Grande terá serviço de saúde bucal para pessoas com deficiência

Serviço foi instalado no Hospital Municipal Pedro I, no bairro São José

36
COMPARTILHE

Novo serviço voltado para os cuidados em Saúde Bucal das pessoas com deficiência começou a funcionar nessa terça-feira (3), em Campina Grande. O serviço foi instalado no Hospital Municipal Pedro I. O prefeito Romero Rodrigues recebeu a Coordenadora Nacional de Saúde Bucal, Lívia Maria Almeida, para apresentar o espaço.

O Atendimento Odontológico em Ambiente Hospitalar a Pacientes com Necessidades Especiais é um serviço inédito na Paraíba. As pessoas com deficiência vão poder fazer procedimentos da média e alta complexidade, como cirurgias.

“O paciente vai ser atendido com sedação ou anestesia e com todos os cuidados especiais para tratar o problema de acordo com a patologia e a deficiência dos pacientes. O Ministério da Saúde exige apenas a criação do centro cirúrgico e o uso da anestesia geral, mas nós melhoramos o serviço e incorporamos também a sedação oral intravenosa para os casos mais simples. Também instalamos uma cadeira equipada e maca para repouso, que não eram obrigatórios, mas que colocamos para equipar mais o novo serviço”, explicou a Coordenadora da Rede Municipal de Saúde Bucal, Cassandra Duarte.

A Coordenadora Nacional de Saúde Bucal, Lívia Maria Almeida, aprovou a condução local do serviço, que é desenvolvido em parceria com o Ministério da Saúde. “Estamos aqui diante de um trabalho que pode se tornar uma referência para o país. Além de ser inédito no estado, a equipe local ainda melhorou os serviços ofertados. O prefeito está de parabéns por, mesmo em um período de crise, municipalizar um hospital e mantê-lo tão organizando e expandido seus atendimentos”, disse.

“Implantar esse serviço no ambiente hospitalar é fundamental para que essas pessoas tenham acompanhamento de outras especialidades médicas durante as operações, já que geralmente apresentam maiores complicações em função das deficiências”, disse o prefeito Romero Rodrigues.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas