Início Geral

Casa de apoio a pessoas com HIV na PB ameaça parar por falta de verba; Saúde explica

A casa de apoio a pessoas que vivem com HIV/Aids em Campina Grande divulgou que não recebeu o recurso anual de R$ 110 mil destinado pelo governo federal e que, por esse motivo, corre o risco de ter as atividades encerradas. É lá aonde pacientes de municípios do interior da Paraíba recebem hospedagem e alimentação enquanto realizam tratamento no Hospital Universitário Alcides Carneiro. Veja vídeo abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A coordenação do local reclama do atraso da Secretaria de Estado da Saúde em transferir a quantia e diz que a casa não tem mais condições de se manter. Em nota, o órgão rebateu as informações e classificou como “falsa” a acusação de atraso no repasse de verba. A casa de apoio é uma organização ligada à Rede Nacional de Pessoas Vivendo e Convivendo com HIV/Aids.

“Este repasse é realizado sempre no primeiro semestre do ano subseqüente ao ano de referencia. O repasse referente ao ano de 2016 está cumprindo o tramite legal para a sua realização, visto que o processo foi iniciado, por parte da ONG, no final do exercício financeiro de 2016, estando, porém, dentro do prazo para o repasse”, diz a nota do Estado.

Ainda conforme a Secretaria da Saúde, toda a verba é paga em parcela única. A última transferência foi feita no dia 24 de fevereiro de 2016, referente ao ano de 2015. Questionado sobre como ficará o serviço até o novo repasse, o órgão disse que a falta de reserva financeira se deve à falta de planejamento dos gestores da casa. “A gestão do uso desse recurso é responsabilidade da ONG beneficiada, não tendo a SES nenhum poder de controle sobre como é utilizado”, explica a secretaria.

O órgão assegura que o recurso será repassado a casa de apoio em breve, mas não soube estipular uma data limite. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.