Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Cássio diz que rejeitou oferta de caixa 2 da Odebrecht

O senador Cássio Cunha Lima disse, em depoimento à Polícia Federal, em Brasília, que rejeitou oferta de recursos de caixa dois da Odebrecht para a campanha ao Governo do Estado em 2014. O ex-diretor superintendente da Bahia do grupo Odebrecht, Alexandre Barradas, havia dito, em acordo de delação premiada, que o senador foi o “único que relutou em relação ao caixa dois”.

Cássio Cunha Lima disse estar tranquilo porque falta fundamento à acusação. “Reagi imediatamente à proposta. Fui claro desde o começo que não aceitaria doação eleitoral não contabilizada. Na campanha de 2014, houve uma doação pública e transparente no valor de R$ 200 mil do grupo Odebrecht. Adotei a postura que nos cabia, que foi recusar. E o próprio executivo da empresa disse que fui o único a resistir àquela proposta”, salienta.

Por fim, o senador disse que há fortes contradições nas denúncias apresentadas até agora. “Fala-se que teriam entregue dinheiro a um tal de Luiz, que ninguém acha, e num hotel que o diretor não lembra qual foi. Como poderia ter sido feita a entrega de um valor tão expressivo em local que você não lembra?”, acrescentou.

Comentários

fabricio disse:

vou lher dar de presente um óleo de peroba seu cara lisa.

Eugenio. disse:

Esse tá frito. Nunca mais terá meu voto.

Júlio Marcos disse:

MENTIROSO! JUDAS! TRAIDOR!

Quis vender a CAGEPA a preço de banana.
Está tudo nos autos do processo da lava-jato.
Só não vingou porque perdeu as eleições.
Mas a tua hora vai chegar.
BANDIDO!

Felipe disse:

Tremendo pilantra. Bandido da pior espécie esse Cássio. Quem lembra do caso do dinheiro voador?

Marcos Alberto Pereira da Silva disse:

O anjinho cassado virou santo. Até que enfim. Ahh coitadinho. Aprendeu a lição. Ele está tranquilo por causa da impunidade. Seu pai que o diga.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.