Castro Pinto ganha primeiro voo semanal internacional para Argentina a partir de julho

368
COMPARTILHE

A Grande João Pessoa vai ganhar o primeiro voo regular internacional a partir de julho. A informação foi confirmada ao Portal Correio pela presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, neste sábado (4). O voo será semanal com destino a Buenos Aires, capital da Argentina, de onde outro voo saíra para o Castro Pinto.


Leia mais Notícias no Portal Correio

A operação do voo vai ser feita pela empresa Gol e acontece em parceria com o governo do Estado, que reduziu alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do querosene para operações da empresa na Paraíba

“O Estado fez um convênio com a Gol e reduzimos para 6% o ICMS sobre o querosene para operações da empresa no Castro Pinto e no João Suassuna (aeroporto de Campina Grande). Em contra partida, a empresa vai operar semanalmente esse voo direto entre João Pessoa-Buenos Aires e Buenos Aires-João Pessoa”, contou Ruth Avelino.

O convênio que firma oficialmente a parceria entre o Estado e a Gol vai ser assinado nesta terça-feira (7), às 15h, no Palácio da Redenção.

Para Ruth Avelino, a parceria é importante e vai possibilitar um incremento no turismo paraibano.

“É a primeira vez que o Estado vai ter um voo regular internacional, já que antes tínhamos vôos fretados. Vai ser um impacto muito forte no nosso turismo. Para se ter uma ideia, Natal e Recife recebem voos regulares vindos de Buenos Aires e Montevidéu e isso incrementou em 20% a quantidade de turistas desses locais em João Pessoa. Imaginem agora com voo direto?”, disse a presidente da PBTur.

Ainda segundo Ruth Avelino, um plano de divulgação dos potenciais turísticos da Paraíba vai ser executado em Buenos Aires para atrair mais argentinos ao Estado.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas