Início Entretenimento

Centro de Línguas recebe exposição de histórias em quadrinhos em JP

O Centro de Línguas Estrangeiras (Celest) realiza, nesta sexta-feira (18), a exposição de HQs – Histórias em Quadrinhos, denominada ‘Entre Páginas’. A abertura será a partir das 15h30, na sede do Celest que fica na Avenida Epitácio Pessoa. As obras ficarão expostas até o dia 8 de junho.

A exposição de quadrinização ‘Entre páginas’ traz o mundo dos quadrinhos para os alunos e professores do Celest, agregando valor aos projetos e ações multiculturais desenvolvidos na instituição que está em sintonia constante com a sociedade.

A mostra contará com obras de renomados quadrinistas paraibanos, a exemplo de Mike Deodato – Marvel Comics, Gabriel Jardim – Independente, Henrique Magalhães – Marca de Fantasia, entre outros.

“Esta é a segunda exposição do gênero promovida pela instituição a fim de inserir a arte como instrumento pedagógico valorizando os artistas da terra. A exposição faz parte do calendário oficial potencializando a missão do Celest que é de fortalecer e desenvolver responsabilidades de natureza social, profissional e cultural”, explicou o diretor do Centro de Línguas Estrangeiras, Jonathan Vieira.

As histórias em quadrinhos (HQ’s) podem ser utilizadas como importantes ferramentas didáticas no ensino de línguas. Considerando que cada gênero textual tem suas características e particularidades, a exposição será contextualizada e trabalhada pedagogicamente pelos professores e alunos dos cursos dos idiomas: inglês, espanhol, francês, alemão e libras, ofertados pelo Celest.

“Estamos utilizando as HQs como instrumento pedagógico em sala de aula a cerca de um mês e esse instrumento é perfeito porque ele tem diversos gêneros textuais. Queremos que os alunos conheçam um pouco quem são nossos quadrinistas e que eles possam expressar, esboçar, dentro do idioma que estão cursando, de acordo com cada nível, apresentações em sala de aula”, disse a coordenadora pedagógica do Celest, Maria Hawley.

Além de proporcionar leitura prazerosa, as HQs incentivam os alunos a desenvolverem o hábito pela leitura, podendo abrir portas para a formação de público leitor e, dessa forma, contribuir com as questões que auxiliam no processo de ensino e aprendizagem.

A utilização pedagógica e contextualizada das HQs também pode colaborar para o desenvolvimento da leitura, da escrita, argumentativa, senso crítico, imaginário e criatividade.

A exposição é organizada por Hausman Santos, desenhista, quadrinista e
professor de desenho da Prefeitura Municipal de João Pessoa, pela coordenadora pedagógica do Celest, Maria Hawley e pela curadora da Estação Ciência, Larissa França.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.