Início Geral

Cerimônias na PB e no DF lembram os sete anos da morte de Vital do Rêgo

A família do ex-deputado federal e ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba, Vital do Rêgo, relembra, nesta quinta-feira (2), os seus sete anos de vida eterna, com celebrações realizadas nas cidades de Campina Grande, João Pessoa e Brasília.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Em Campina Grande, a missa será realizada ao meio-dia, na Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição. Em João Pessoa, a celebração ocorrerá na Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, no bairro do Bessa. Já em Brasília, a homenagem acontecerá na Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe.


Histórico
– Vital do Rêgo foi um dos maiores tribunos e juristas do país. Nascido em 21 de maio de 1935, era nacionalmente conhecido pela sua oratória envolvente e inconfundível, sendo, durante muitos anos, o principal nome do Tribunal do Júri paraibano, além de se destacar como professor de Direito Penal.

Foi presidente municipal do PMDB de Campina Grande, partido ao qual se filiou ainda em 2009. Durante sua trajetória política, exerceu mandatos como deputado federal e estadual, além de ter disputado a prefeitura de Campina Grande em duas ocasiões.

Vital do Rêgo foi deputado estadual de 1959 a 1963 pelo PSD; deputado federal de 1963 a 1967 pela UDN; e de 1967 a 1969 pela ARENA. Foi cassado pela ditadura militar, instalada no Brasil em 1964, tendo voltado a disputar um cargo eletivo só em 1982, em memorável disputa com Ronaldo Cunha Lima, pela prefeitura de Campina Grande. Também foi eleito deputado federal de 1991 a 1995, pelo PDT.


Outras Funções
– Vital do Rêgo foi sócio fundador da Associação dos Advogados de Campina Grande, membro da Academia de Letras de Campina Grande, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Paraíba e do Núcleo de Estudos de Problemas Brasileiros, além de Presidente do Conselho da OAB, Seccional da Paraíba, de 1985 a 1991.

Também foi presidente da Comissão do Centenário de Campina Grande e ocupou cargo na direção do Campinense Clube. Foi reitor da antiga FURNe (hoje UEPB), tendo preconizado que a instituição se consagraria no futuro como o maior patrimônio educacional e cultural da Paraíba. Como advogado criminalista, fez júris em todo o Brasil. Uma das suas mais memoráveis lutas foi a desenvolvida em 1999, contra a privatização da CELB (atual Companhia Energética da Borborema), pois a iniciativa fez com que a cidade perdesse um dos seus mais importantes patrimônios.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.