Moeda: Clima: Marés:
Início Tempo

Chuvas causam morte e outros estragos; veja onde mais chove na Paraíba

No município de Conde, na Grande João Pessoa, na noite dessa quinta (7), um homem de 41 anos morreu após uma casa desabar em uma propriedade rural
Trecho da BR-101, entre Natal e João Pessoa, com interrupção após cheia do Rio Curimataú (Foto: Divulgação/PRF-PB)

Mamanguape é a cidade com o maior volume de chuvas entre essa quinta (7) e esta sexta-feira (8), segundo levantamento da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). A cidade fica no Litoral Norte da Paraíba, na parte leste do estado, a região mais afetada pelas chuvas.

A cidade teve 115,4 milímetros de chuva em 24 horas, à frente de Jacaraú, João Pessoa, Conde, Pilõezinhos, Lucena, Cruz do Espírito Santo, Bananeiras e Sapé, que tiveram índices pluviométricos que variam entre 109 mm e 83 mm. Um milímetro de chuva equivale a 1 litro de água por metro quadrado.

No município de Conde, na Grande João Pessoa, na noite dessa quinta (7), um homem de 41 anos morreu após uma casa desabar em uma propriedade rural, onde a vítima trabalhava. O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram acionados, mas o salvamento não foi possível.

No km 165 da BR-101, entre João Pessoa e Natal, o Rio Curimataú transbordou e a pista foi interditada no sentido Natal – João Pessoa. No trecho da BR-230, entre João Pessoa e Campina Grande, na subida do Riachão, uma parte da barreira cedeu. Também ocorreram deslizamentos e alagamentos em Bananeiras, Pilõezinhos e cidades próximas.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PB) desbloqueou vários trechos de rodovias estaduais, a exemplo da PB-079, que liga Areia e Remígio, onde ocorreram deslizamentos, e no trecho BR-230/Juarez Távora/Alagoa Grande/Areia, com queda de árvore. Também foi registrada queda de árvores na PB-087, que liga Pilões a Areia, onde o DER fez retirada de material; e deslizamentos na serra do Moura, na PB-105, com ocorrência ainda de queda de pedras.

Segundo previsão da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa-PB), nesta sexta-feira (8) permanece a condição de instabilidade e no decorrer do dia são esperadas chuvas esparsas nas regiões do Agreste, Brejo e Litoral. Nas demais regiões poderão ocorrer chuvas pontuais.

Palavras Chave

Tempo

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.