Início Geral

Chuvas se concentram na Grande JP, enquanto açudes do Sertão seguem com problemas

As chuvas que chegam ao Litoral da Paraíba não alcançam todo o estado. O Sertão da Paraíba segue com problemas hídricos, conforme divulgado nesta quinta-feira (3) pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Sete dos 127 açudes monitorados pelo Governo do Estado estão sangrando. As precipitações que caíram neste mês de julho melhoraram o nível dos reservatórios localizados na faixa litorânea e no Brejo, mas no Sertão a situação ainda é preocupante.De acordo com os dados da Aesa, 42 reservatórios estão em condição crítica, com menos de 5% da capacidade. Outros 42 têm menos de 20% e 36 estão com mais de 20% do volume total.

João Pessoa é a cidade onde mais choveu este ano na Paraíba. Segundo levantamento feito pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), até a manhã desta quarta-feira (3) a capital paraibana recebeu 1.792 milímetros. A previsão para a quinta-feira (4) é de tempo estável e com possibilidade de chuvas ocasionais.

O ranking das cidades onde mais choveu este ano tem ainda Alhandra (1.689mm), Cabedelo (1.686 mm), Bayeux (1.649mm) e Mataraca (1.389mm) entre os cinco maiores índices pluviométricos. Destaque para Cabedelo, que registrou 454 milímetros em julho – a maior marca do mês na Paraíba. “As precipitações pluviométricas foram muito regulares no mês de julho, produzindo totais representativos e acima da média histórica em praticamente toda a Paraíba, principalmente sobre todo o setor leste do estado”, informou o presidente da Aesa, João Fernandes.

Em julho também foram registradas chuvas significativas no Sertão, nos municípios de Coremas (134,8mm), Vista Serrana (52mm), Condado (75 mm); e no Curimataú e Cariri,nas cidades de Olivedos (121,8 mm) e Boqueirão (82,0 mm). Índices muito acima da média histórica. “Instabilidades vindas do Oceano Atlântico em direção ao continente, mantiveram o tempo nublado e com chuvas esparsas, evoluindo para intensidade de moderada a forte em grande parte do mês”, detalhou a meteorologista Marle Bandeira.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.