Chuvas superam o esperado para janeiro em JP e trazem amea?a de deslizamento

14
COMPARTILHE

As fortes chuvas que atingem João Pessoa e região metropolitana na manhã desta segunda-feira (18) já causam transtornos. Foram registrados pontos de alagamentos, deslizamento de barreira e um acidente. Viagens de trem foram canceladas. A Defesa Civil da Capital contabilizou cerca de 80 milímetros de pluviometria, entre 2h e 10h, o que corresponde a todo o esperado para o mês de janeiro.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Trânsito 

Em trecho da BR-230 próximo ao Unipê, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um acidente, no sentido João Pessoa/Bayeux. O acidente aconteceu por volta das 9h e, segundo o órgão, o trânsito permanecia lento na área até as 10h. A PRF orienta que os motoristas redobrem a atenção e reduzam a velocidade para evitar novos acidentes.

Alagamentos

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de João Pessoa, Noé Estrela, houve denúncia de alagamento no bairro Esplanada. Nas redes sociais, internautas relatam acúmulo de água também em ruas dos Bancários e no Varadouro. O cenário, porém, não foge do esperado, conforme o coordenador da Defesa Civil.

“Quando passa de 50 milímetros de chuva, alagamentos são esperados em qualquer cidade. Aqui em João Pessoa já choveu 80. Então está tudo dentro do esperado. Trinta minutos depois que as chuvas cessarem a situação volta ao normal”, garante Noé Estrela.

“Precisamos ressaltar que a população pode contribuir para evitar alagamentos. Temos encontrado muito lixo nas galerias e isso também influencia no acúmulo de água. A população precisa criar consciência de que essa conduta é errada”, alerta.

Trens

Devido ao acúmulo de água, as viagens Bayeux/Santa Rita foram canceladas. Segundo a assessoria da CBTU, o serviço só deve ser retomado quando as chuvas passarem. O trajeto Cabedelo/Bayeux continua sendo feito normalmente, ainda conforme a Companhia. 

Deslizamento 

No bairro de Tambauzinho, houve chamado de alerta para deslizamento em uma barreira. A área é crítica e um incidente parecido foi registrado em outubro do ano passado.

“Esse problema aconteceu por conta de uma infiltração de uma tubulação da Cagepa. Na época foram colocadas lonas, mas a ameaça de deslizamento voltou a surgir. Vamos questionar a Cagepa por qual motivo a situação não foi normalizada”, diz o coordenador da Defesa Civil.

Ainda conforme Noé Estrela, houve denúncia de estouro de esgoto no bairro do Roger. A população pode acionar a Defesa Civil através de ligação gratuita para o número 0800 285 9020. 

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas