Início Geral

Circuito Cultural encerra temporada de atividades com debates sobre Augusto dos Anjos

A segunda semana do Circuito Cultural é finalizada neste domingo (4), com uma programação composta por duas atividades, como sempre inteiramente gratuitas. Às 16h, na Associação Comercial, localizada na Rua Maciel Pinheiro, terá sequência o ciclo de debates, o segundo do projeto. Dessa vez, a temática envolve o Fundo de Incentivo à Cultura (FIC), Lei Augusto dos Anjos, do Governo do Estado. Essa discussão seria realizada dentro da programação da última Conferência Estadual de Cultura, em Sousa, em setembro de 2013, mas o debate não aconteceu, sendo um diálogo desde então aguardado por artistas e produtores culturais.

Para participar da mesa estão convidados o secretário de Cultura, Chico César; a secretária executiva do FIC, Adriana Pio; e representantes do Ministério da Cultura, do Conselho Estadual de Cultura e do Ministério Público do Estado. Além das exposições de cada convidado, o debate será aberto a intervenções livres do público presente.

A música invade o domingo no Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, a partir das 17h, com o Pôr-do-Sol Multicultural com Grupo Raízes, Vô Mera e seus netinhos, e Coco de Roda de Novo Quilombo. O Grupo Raízes é um coletivo de dança e percussão afro-brasileira e indígena, que realiza um trabalho de fortalecimento da cultura popular paraibana. Coco, ciranda, maracatu, samba de roda, ijexá, perré, maculelê, entre outros, compõem o arcabouço de ritmos que estruturam a base do grupo, servindo de referência para a construção de uma linguagem artística própria. Nascido no Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, em setembro de 2009, o Grupo Raízes vem construindo a sua caminhada com a integração de vários atores. Estes contribuem através de suas manifestações artísticas que se expressam de diferentes formas, tais como: a dança, o canto, a religiosidade, o teatro, as artes plásticas, a fotografia, a musicalidade, a poesia.

Natural do município de Alagoinha, filha de agricultores, Vô Mera começou a trabalhar muito cedo. A paixão pelas várias manifestações artísticas da cultura popular aconteceu na infância, sendo hoje uma referência e símbolo de tradição. Já o Coco de Roda Novo Quilombo, surgiu como uma forma de representar a cultura centenária da comunidade do Conde. Existente há 18 anos, o Grupo é composto por várias etnias (brancos, negros e indígenas) e quatro gerações de famílias.

A partir da próxima quinta-feira, 8 de maio, acontece a última semana do Circuito Cultural até o domingo, 11 de maio. Na última etapa, o público poderá conferir uma intervenção urbana de dança do Coletivo Tanz, recital literário com Marco di Aurélio e Pedro Soares, o espetáculo circense dos Los Iranzi, além de muita música, com destaque para o show da banda paulista Ratos de Porão.

O Circuito Cultural é uma realização do Governo do Estado da Cultura, por meio da Secretaria de Cultura e do Movimento Varadouro Cultural, com o apoio das Associações, Coletivos e Casas de shows que fazem a vida cultural do Centro Histórico de João Pessoa: Balaio Nordeste, Coletivo Mundo, Trupe Arlequim, Moinho Produção, Ateliê Multicultural Elioenai Gomes, Pogo Pub, Fundação Casa de Cultura Cia da Terra, Vila do Porto, Cachaçaria Philipéia e Café São Jorge.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.