Início Esportes

Clubes se reunirão na sexta para debater fórmula do Paraibano

Está marcada para esta sexta-feira (13) a reunião que vai debater a fórmula de disputada do Campeonato Paraibano de 2021. Mas continua o impasse. A Federação Paraibana de Futebol (FPF) tem cinco propostas, que serão apresentadas no encontro que começa às 11h, em um hotel no Bessa, em João Pessoa.

A competição pode ser disputada em 11 datas, mas dependendo dos clubes, as disputas podem ser prorrogadas para até 18 rodadas. Inicialmente, a Federação vai ouvir a posição dos clubes. Caso haja consenso, a decisão será tomada através de votação. Persistindo o impasse, a FPF pode estabelecer o regulamento.

O campeonato deste ano terá apenas oito equipes. De acordo com alguns dirigentes de clubes, seguindo o atual momento de pandemia, o campeonato poderá ser curto. Mas outros representantes de times apostam na prorrogação da competição, especialmente que têm calendário nos dois semestres.

Regulamento

A certeza é que o Campeonato de 2021 será diferente do ano passado. Em 2020, o certame foi disputado em três fases. Na primeira, os 10 times foram divididos em dois grupos de cinco, disputando jogos em turno e returno contra as equipes da outra chave no sistema de pontos corridos.

Ao final da fase classificatória, os dois melhores colocados de cada grupo se classificaram para a semifinal. O último colocado de cada grupo era rebaixado. Semifinal e final foram disputadas em sistema eliminatório em jogos de ida e volta.

Mas dificilmente essa fórmula será repetida. O primeiro questionamento é que este regulamento foi repetido nos últimos dois anos. E segundo movimento de dirigentes, a proposta é decidir pelos pontos corridos, com os quatro primeiros colocados disputadando a semifinal e final.

Atlético apoia a FPF

“Na verdade, o Atlético vai analisar o que a Federação vai oferecer. O que for melhor, para que nosso clube gaste menos, já que a gente tem só uma competição. Temos que esperar a proposta para fazer o contra-ponto, mas vamos seguir uma posição dentro do nosso planejamento, técnico, tático e financeiro”, afirmou o presidente do Atlético de Cajazeiras, Eduardo Jorge.

Campinense quer alongar competição

O presidente do Campinense, Phelipe Cordeiro, voltou a fazer um questionamento em relação ao período da competição estadual. Segundo ele, a maior preocupação, independente de fórmula, é que a Federação comece o Certame um quanto antes. “Não vamos abrir mão disso. O Campinense defende que o Campeonato seja disputado no primeiro semestre”.

O dirigente vai mais além, no tocante à longevidade da competição. Na sua avaliação, mesmo com a pandemia, sem torcedor no estádio o clube pode criar ferramentas para aumentar finanças. “Nossa proposta é que a Federação possa usar todas as datas da CBF, seguindo o calendário do futebol brasileiro. Quanto mais jogos melhor”.

Botafogo quer certame enxuto

O Botafogo discorda do Campinense e defende um campeonato com dois grupos, parecendo os moldes do ano passado, com cada grupo comportando quatro times. Com o cruzamento olímpico e os dois melhores de cada chave se classificando para o mata-mata de semifinal e final.

“Poderia ser um certame com 17 datas, mas temos o problema de respeitar o prazo de 60 dias para começar a competição após divulgação da tabela. Mas, para o Botafogo, quanto mais enxuto for o certame, melhor. Queremos evitar viagens para o Sertão”, disse presidente do Botafogo, Alexandre Cavalcante.

Campeão do ano passado

O Campeonato Paraibano do ano passado, que teve como campeão o Treze, contou com dez times. Além do Galo, o posicionamento na classificação apontou o Campinense como vice-campeão. O Botafogo ficou na terceira colocação e o Sousa no quarto lugar.

O Atlético de Cajazeiras encerrou a competição na quinta colocação. Seguido do São Paulo, na sexta posição e o Nacional de Patos foi o oitava. CSP foi o nono e Sport Lagoa Seca, o décimo, que foram rebaixados para a Segunda Divisão.

Para esta temporada de 2021, será rebaixado apenas um time, o que tiver o menor aproveitamento. Com isso, a Segunda Divisão da atual temporada vai classificar três equipes. Com isso, a Primeira Divisão de 2022 voltará a ter dez times.

Por: Franco Ferreria

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.