Moeda: Clima: Marés:
Início Colunas
Professor Trindade

Considero inútil o estudo de ortografia, por regras, uma vez que elas são, na maioria, desmentidas pelo próprio idioma. Tanto que o leitor notará que, nas “regras” a seguir, temos, no início de quase todas, a expressão: “em geral…”. Isso já diz tudo, não? Em verdade, ortografia se aprende lendo e escrevendo. Não há regras rígidas para se escrever corretamente. O remédio é ler muito, com atenção, e consultar, sempre que possível, o dicionário. Damos, a seguir, algumas orientações sobre o uso de determinadas letras que trazem, de certa forma, dificuldade.

1.Emprego do J

A letra J é usada, entre outros, nos seguintes casos:

-Nas palavras derivadas de palavras terminadas em ja.

Ex.: Loja derivou lojista; gorja derivou gorjeta (gorja = garganta).

-Em todas as formas dos verbos terminados em ja.

Ex.: enferrujar: enferrujem, enferrujei.

Note-se que o substantivo viagem é escrito com G; mas a forma verbal viajem, com J.

Exemplos

A viagem (substantivo) foi boa.

Espero que vocês viajem (verbo) bem.

2.Emprego da letra S.

A letra S é usada:

-Em todas as formas dos verbos querer e pôr (e derivados): quis; pus; quisesse; quiseram; compuseram; propuser.

-No sufixo ÊS, indicando origem, procedência: Chinês; camponês: burguês.

-Em geral, depois de ditongo: Coisa, causa.

-Nos sufixos ESA e ISA formadores de femininos: Duquesa; poetisa; princesa.

-Nos verbos terminados em ISAR, derivados de palavras que já têm a letra S no fim do radical: Frisar (friso); paralisar (paralisia); pisar (piso).

Observe, no entanto, que catequizar (que proveio de catequese) se escreve com Z.

3.Emprego do Z

A letra Z é usada:

-Nos substantivos ABSTRATOS femininos, derivados de ADJETIVOS.

Ex.: Rapidez (rápido); sensatez (sensato); beleza (belo); leveza (leve).

-Nos verbos terminados em IZAR, derivados das palavras que não têm o S no final do radical.

Ex.: Atual (atualizar); dinâmico (dinamizar).

4.Emprego da letra X

Usa-se o X:

– Em geral, depois de ditongo: Faixa, ameixa.

EXCEÇÃO: a palavra caucho e derivados: Recauchutar; recauchutagem.

-Em geral, depois da sílaba inicial EN

Ex.: Enxame; enxó; enxurrada; enxugar.

EXCEÇÕES: Encharcar (de charco); encher, enchente (de cheio); enchumaçar (de chumaço); enchova (nome de um peixe).

5.Emprego de MAL e MAU

Na prática, MAL se opõe a bem e MAU se opõe a bom:

O rapaz jogou MAL (não jogou bem).

O rapaz é MAU jogador (não é bom jogador).

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.