Moeda: Clima: Marés:
Início Colunas
Leandro Mazzini

Fator Arruda

A reviravolta inesperada da elegibilidade do ex-governador José Roberto Arruda (PL), numa canetada em liminar concedida pelo presidente do STJ, ministro Humberto Martins,  mudou não só o cenário eleitoral do Distrito Federal como mexeu com os maiores partidos em Brasília. O dono do PL, Valdemar da Costa Neto – que apadrinhou a esposa de Arruda, Flávia, como ministra palaciana – tenta convencê-lo a se candidatar a deputado federal. Arruda é simpático ao projeto. Com a esperada expressiva votação, ele ainda pode eleger na esteira mais dois federais da legenda. E leva junto maior cota do fundo partidário. Ao passo que Arruda não descarta se lançar ao Senado no lugar da esposa, ou mesmo a governador. A despeito da operação Caixa de Pandora que o apeou do cargo em 2007, Arruda tem uma legião de eleitores fiéis há anos, e todas as negociações das últimas campanhas desde então passaram pela sua sala de casa.

PDT insiste

Os ministros do Supremo Tribunal Federal estão pasmos com decisão da direção do PDT em protocolar ação de embargos de declaração sobre questão já decidia em Turma – e peitando a Lei da Ficha Limpa. O partido, vencido recentemente na Corte, não aceita a inelegibilidade de oito anos após cumprimento de pena. Pegou mal nos gabinetes. Advogados do partido estão tentando visitar os ministros.

Lula e a Igreja 2

Na primeira reunião do PT, sindicalistas da aliada CUT e líderes da Igreja Católica no DF, para reaproximar Lula da Silva dos religiosos, o grupo convidou lideranças de cidades satélites como Águas Claras e Taguatinga, grandes colégios eleitorais. Alguns catequistas apenas compareceram. “O objetivo é organizar um grande Ato para agosto e com a presença do Lula e lideranças leigas e eclesiásticas”, diz um dos organizadores.

Do campo 1

Os agricultores que produzem e utilizam bioinsumos comemoram o avanço na Câmara dos Deputados do PL nº 658/2021, de autoria do deputado Zé Vitor (PL/MG), que dispõe sobre a classificação, tratamento e produção do produto com manejo biológico OnFarm. A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o PL, que seguiu para a CCJ. A proposta tem requerimento para ser levada direta e plenário.

Recado à petroleira

A ANP deu duro recado à Petrobras: o seu diesel coprocessado R5 não é biocombustível. A petroleira queria autorização para misturar o R5 ao diesel fóssil, como acontece com o biodiesel (10% dele é misturado ao diesel). Na justificativa aos deputados, o Superintendente de Biocombustíveis e Qualidade de Produtos da ANP, Carlos Orlando, cravou que o R5 contém 95% de fóssil e só 5% de material renovável.

Junina$

Depois de dois anos de interrupção, as festas juninas reaqueceram a fogueira na praça, em MG. Dados do Prospera – programa de microcrédito do Santander – mostram crescimento entre os meses de abril e maio. A demanda por empréstimos subiu 16%, em especial para alimentação e vestuário. As festas tiveram recorde de desembolso em todo o Brasil, chegando em R$ 338,1 milhões, 11% a mais se comparado ao mês de abril. 

_________________________________________________________________


ESPLANADEIRA

# Wine Just patrocina corrida Wine Brasília Run, em setembroa. # Supermercados Mundial atingem marca de 1 milhão de cadastrados no novo programa de ofertas. # Marcelo Del Rio e banda Os Empenhados apresentam hoje espetáculo musical “Rei da Cocada Preta”, em SP. # Roberto Paz lança livro “A Reunião dos Professores Ernst Pappenheim”. # Encontro Mulheres na Política, organizado pela cientista política Juliana Fratini, será realizado amanhã em SP.

_________________________________________________________________


Colaboraram Walmor Parente, Carolina Freitas, Sara Moreira e Izânio Façanha (charge)

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.