Início Colunas
Leandro Mazzini

Flechada nas costas

Enquanto os índios protestam em frente do Surpremo Tribunal Federal contra o processo do Marco Temporal – a ação segue a conta-gotas com pedidos de vistas – as tribos perderam a atenção para o outro lado da Praça dos Três Poderes. Está pronto para votação no plenário da Câmara dos Deputados o Projeto de Lei que dá poder ao Congresso de palavra final sobre novas demarcações de terras indígenas. Se de um lado, no Judiciário, correm o risco de perder o direito à ocupação sobre algumas terras em que hoje vivem, de outro o Parlamento – com forte base ruralista – pode lhes tirar a voz para novas homologações.  É um golpe duplo nas etnias.

Mexe-mexe

Cláudio Panoeiro é o novo Secretário Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em lugar da apadrinhada da dona Michelle Bolsonaro, Priscilla Gaspar, promovida.  

Tradição e fé

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, visitou Dom Valmor Oliveira, Arcebispo de Belo Horizonte, para típica conversa mineira regada a café e pautas conservadoras.

Alô, TRE

‘Em São Paulo, você votaria no Abraham Weintraub para governador?’. A pergunta foi feita no Instagram pelo ex-ministro do MEC e pode configurar campanha antecipada.

Aliás..

.. Weintraub saiu chutado do MEC e quer ser candidato a governador. Não é um ex-bolsonarista, mas já avisou a próximos que não quer Bolsonaro em seu palanque.

Choque..

Deu curto-circuito forte a relação do secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, com a nova diretoria da Neoenergia – que comprou a CEB. Técnicos da concessionária que organizavam cabos de fiação de um poste cortaram há dias, por engano, a rede de TI da secretaria. O secretário chamou a PM, que prendeu dois deles.

..e faíscas

O episódio rendeu um boletim de ocorrência também por parte do Jurídico da Neoenergia. Após as faíscas se apagarem, coube ao secretário, mais calmo, propor um almoço com a diretoria da concessionária, uma das maiores pagadoras de ICMS do DF.

Rescaldo

Para o rescaldo das pazes na quinta-feira, no restaurante Caminito do Sudoeste, foram chamados também os principais deputados distritais da base governista. A Secretaria informa que a pauta foram planos para o DF, que o incidente foi superado e que as relações hoje são as melhores possíveis.

Muita reza

O ex-AGU André Mendonça, o ‘terrivelmente evangélico’ indicado por Bolsonaro para o STF, não tem os votos para ser aprovado na sabatina no Senado – que sequer foi agendada. Vai ter que rezar muito, porque a bancada não entrou nessa oração.

Dois na fila

Jair Bolsonaro tem dois planos B, caso Mendonça seja barrado: William Douglas, desembargador do Rio de Janeiro e pastor evangélico; e o PGR Augusto Aras.

Até Moraes

Mendonça não é o único que passa por aperto. O hoje todo-poderoso ministro do STF Alexandre de Moraes foi reprovado em votação no plenário do Senado, anos atrás, para vaga no Conselho Nacional de Justiça.

Jeitinho congressual

À ocasião, Moraes foi salvo pelo senador Romero Jucá, com ajuda da bancada paulista, em especial dos senadores Aloysio Nunes e Romeu Tuma. Jucá alegou que havia 72 senadores presentes, mas só 57 votaram – porque os outros estavam no Cafezinho da Casa. E num jeitinho regimental, o Senado fez nova votação. Moraes passou.


ESPLANADEIRA

 Encontro Nacional de Jornalistas e Comunicadores de Turismo acontece entre 14 e 20 de outubro, em Santarém (PA). # Smart Fit vai inaugurar unidade no antigo Betim Shopping, no final de 2021. # 15º CineBH International Film Festival começa dia 28. # Alan Abreu, representante da Reserva na Fashion Industry Charter for Climate Fashion, faz palestra na Veiga de Almeida (Rio) dia 22.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.