Início Colunas
Josival Pereira

Estaria existindo total transparência na comunicação sobre a pandemia?

Os números que chegam ao público são abundantes. O número diário de novos casos, a concentração por cidades, os óbitos, a taxa de ocupação de leitos, a fila de espera por leitos de UTIs, a chegada de vacinas, distribuição, aplicação, etc.

Chegam também as informações mais gerais. Os cientistas alertam que estamos começando a viver uma terceira onda. Existe quem questione a eficácia do modelo que tem restringido e liberado as atividades de acordo com pequenas oscilações nas curvas de infecção e o noticiário está repleto de informações sobre a pandemia no mundo inteiro.

Pela primeira vez uma CPI é acompanhada pela televisão com respeitável audiência em todas as faixas da população, alimentando o debate sobre a gestão da pandemia.

Existem também espaços para a divulgação de posições que divergem e se contrapõem às recomendações dos organismos mais regidos pela ciência e não tem sido difícil encontrar material defendendo tratamentos e medicamentos sem comprovação ou se insurgindo contra o uso de máscaras e o distanciamento social.

Não faltam canais para a denúncia de situações fora de controle, como, por exemplo, o Conselho Regional de Medicina (CRM) alertar para a superlotação dos hospitais e unidades de saúde na região de Cajazeiras e cobrar ações urgentes das autoridades públicas. São fatos registrados nesta quinta-feira.

No meio de tudo, ainda apareceu o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, que tem se esforçado ao máximo para encontrar soluções para os problemas e se comunicar bem, revelando que a taxa de transmissão da Covid-19 em Sousa é de 3,75.

Taxa assustadora. No Brasil, a média está em 1,1. No Nordeste, a taxa é de 1,12. Significa que 100 infectados transmitem o vírus para 315 outras pessoas. A situação é tão grave que o secretário pediu ao ministro Marcelo Queiroga para aplicar a vacina em massa em Sousa.

Surge uma questão: não seria essencial que a população soubesse a taxa de transmissão em sua localidade? Sabendo, não ajudaria a ajustar a postura e melhorar o controle social?

Neste item, em particular, está faltando transparência. Por que, então, não se divulga a taxa de transmissão da Covid?

Não existem razões para abafar esses números.

Comentários

  • O critico disse:

    ESSE CARA NAO FALOU NADA E AINDA ERROU O NUMERO DE QUANTO 100 PODE TRANSMITIR O VIRUS. TUDO QUE ELE FALOU A MIDIA INFORMA, OU SEJA, NÃO FALOU NADA DEMAIS… ESSE ” EU ACHO”, É FRACO DEMAIS….

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.