Início Geral

Com quem será…

Adriano Galdino e Veneziano Vital do Rêgo, juntos. Ou PSB e PMDB com candidaturas próprias em Campina Grande e, em um eventual segundo turno, um somaria o outro. Pode ser uma estratégia que funcione, já que ‘dividiria’ o espólio eleitoral da oposição e encurralaria de certa forma o pretenso candidato à reeleição, o tucano Romero Rodrigues. Ao final, quem chegasse a esse segundo turno, apoiaria o outro. Certo? Errado. Temos dois partidos fortes com comandantes de gênio forte – leia-se Ricardo Coutinho e José Maranhão – e pré-candidatos que se mostram empolgados com a disputa e nem um pouco dispostos a “abrir mão”, digamos assim. Quer dizer, vejo empolgação maior por parte de Adriano Galdino, talvez porque seria sua primeira vez em Campina Grande. Veneziano faz um estilo mais comedido, mas não menos competitivo. Sabe bem o que quer.

Eu só sei que, para fazer com que um desses dois abra mão do projeto de disputa de urna em outubro, vai ser preciso muito argumento, muito poder de convencimento. Ou não, na política às vezes prevalece o poder de mãe. Quando a mãe diz ‘não’, é não e tchau. Pelo menos, na minha casa era assim. E nós já vimos ao longo das últimas eleições que por mais democráticas que as decisões pareçam, caro eleitor, de democráticas passam longe. Quem vive nos ‘bastidores’ partidários sabe exatamente do que eu estou falando. Se é a forma correta, quem sou eu para atirar a primeira pedra. Prefiro continuar só observando e absorvendo as movimentações ao meu redor.

Resposta

Ana Cláudia Vital do Rêgo respondeu ao deputado Adriano Galdino, que manifestou o desejo de tê-la como candidata a vice em uma provável chapa a Prefeitura de Campina Grande, nas eleições deste ano: “porque ele [Galdino] não é o candidato a vice [no caso de Veneziano Vital do Rêgo]?”. É uma boa pergunta.

Lá e lô

O vereador Djanilson da Fonseca disse ontem que continua na base do prefeito Luciano Cartaxo mas nos corredores da Câmara da Capital é que ele aguarda apenas a orientação do governador Ricardo Coutinho para sair.

Canetada

O vereador Durval Ferreira disse que decidirá em bloco, ou seja sobre os quatro pedidos de instalação de CPIs, em bloco. Uma canetada só.

MP do mal

O líder da oposição, Renato Gadelha, em discurso na tribuna da ALPB ponderou que não será a aprovação da MP 242, que congela os salários dos servidores, não vai resolver a situação da Paraíba. “É uma Medida Provisória do mal”.

Sem diálogo

O deputado Bruno Cunha Lima disse onte que o Governo do Estado não é afeito ao diálogo, já que não encaminhou as respostas pedidas.

Procissão

A Procissão dos Passos, também conhecida como Procissão do Encontro, terá seu principal momento no Guarda Corpo e escadarias da fachada frontal do prédio-sede do TJPB, na tarde desta sexta-feira. O expediente no órgão ocorrerá, excepcionalmente, das 7h às 12h.

Lá e cá

O líder do Governo Cartaxo na Câmara da Capital, Marco Antônio, se filiou ao PHS e assume de cara o comando do partido. Mas, o PHS foi anunciado como um dos aliados de Wilson Filho, pré-candidato a prefeito.

E aí?

E como fica? Será que já é o início de uma ‘fusão’ entre o PTB e o PSD de Cartaxo, com o PHS no meio? Mas, seria já no primeiro turno?

Com pompa

O vereador Raoni Mendes desembarcou no DEM com pompas. O parlamentar fez uma festa de aniversário na última sexta-feira e de políticos, apenas o senador Efraim Morais e o deputado Efraim Filho.

Com comando

Mais votado na Capital, Raoni vai assumir o comando do Diretório Municipal e conduzir os rumos do partido nas eleições deste ano.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.