Início Geral

Come?am renaturaliza??o e drenagem para conter desmoronamentos da barreira na Capital

Começaram nessa quinta-feira (6) os procedimentos para renaturalizar e drenar a área que compreende a falésia do Cabo Branco em João Pessoa. O trânsito nas imediações do local já foi interditado para conter a degradação.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o secretário de Planejamento de João Pessoa, Rômulo Polari, o projeto de renaturalização da falésia prevê um replanejamento viário para a área, a reestruturação da drenagem, a proteção contra agressões marítimas e o planejamento urbanístico nas imediações da falésia. “Os estudos para a composição do projeto executivo estão em fase de conclusão. Mas o trabalho já está sendo iniciado”, destacou.

O projeto em fase de conclusão prevê, entre outras coisas, a recomposição de barreiras entre os corais, no mar, para evitar que as correntes marinhas, principalmente em período de ressaca, acelerem a degradação da falésia. O trabalho inclui ainda intervenções para garantir maior eficiência na drenagem na parte superior da barreira.

As discussões em torno de propostas para a contenção da erosão na barreira do Cabo Branco existem há mais de 14 anos, porém, sem um projeto executivo para o início das obras. Um licenciamento chegou a ser concedido pela Superintendência de Desenvolvimento do Meio Ambiente, em 2012, mas com 19 condicionantes. Entre eles, a exigência da composição de um projeto executivo.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.