Início Geral

Comércio no Centro de João Pessoa enterra empregos em ‘cemitério de lojas fechadas’

A crise econômica afetou de vez o comércio de João Pessoa. Grandes redes de lojas fecharam filiais e pequenos negócios não se sustentaram e também encerraram atividades. Segundo a Confederação Nacional do Comércio, 294 lojas fecharam em João Pessoa. O jornalista Chico Pinto, que também é empresário no ramo de colchões, publicou numa rede social sua indignação. A postagem, onde ele cita que o Centro está virando “um cemitério de lojas fechadas”, recebeu 172 curtidas, 69 comentários e 2,3 mil compartilhamentos. Veja fotos abaixo.

Leia também:

PB demite 20,2 mil em 12 meses e tem pior fevereiro para empregos desde 2008

Crise assusta empresários e provoca fechamento de redes de lojas na Paraíba

Ele fez um registro fotográfico de 13 lojas, de pequeno, médio e grande porte, que cerraram as portas. “Este registro foi captado apenas no quadrante entre o Shopping Tambiá e a avenida Padre Meira, no Centro da cidade”, alertou.

O jornalista chamou a atenção de que as lojas tradicionais fechadas eram responsáveis por centenas de empregos. “Elas se vêem obrigadas à cerrar suas portas, em face da insensatez e irresponsabilidade daqueles que deveriam gerir com parcimônia e honestidade nossa economia”, afirmou. “A tão falada imprensa ‘golpista’, criticada por divulgar o descompasso deste governo, precisa prestar atenção neste fato, sob pena de omissão”, arrematou.

O presidente do Clube dos Diretores Lojistas, Eronaldo Maia, explicou que a crise foi a grande responsável por esses fechamentos. “Sem vender, não tem como pagar funcionário e cobrir despesas. No caso das filiais das grandes redes, houve fusão de lojas. Onde existiam duas ou três filiais, ficará apenas uma. Só foram aproveitados os melhores funcionários”, afirmou.

A Paraíba perdeu 6.672 empregos no mês de fevereiro, uma queda de 1,61% com relação a janeiro deste ano. É o maior índice de desempregados para o mês desde fevereiro de 2008, quando 6.060 pessoas haviam sido demitidas.

Os dados foram divulgados nessa terça-feira (22) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Os principais setores de atividade responsáveis pelos números negativos foram a Indústria de Transformação (-3.282 postos) e a Agropecuária (-1.886 postos).

De acordo com o Caged, nos últimos 12 meses, a Paraíba teve queda de 4,73% no nível de emprego, o que representa perda de 20.210 postos de trabalho.

Ainda segundo os dados do Caged, o único mês de fevereiro em que se viu um saldo positivo de empregos foi em 2014, quando foram gerados 1.385 postos de trabalho. Fora esse período, o saldo tem sido somente negativo desde 2003.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.