Início Geral

Companhias se apresentam em comemora??o ao Dia da Dan?a nesta ter

Quatro companhias de João Pessoa vão fazer uma homenagem ao Dia Mundial da Dança com uma série de apresentações nesta terça-feira (29), às 17h30, no Ponto de Cem Réis. O evento, gratuito, é uma promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope), e mescla estilos como o contemporâneo, neoclássico e o balé popular.

A programação vai ser aberta pelo Balé Popular da Universidade Federal da Paraíba, com o espetáculo “Leoas e luas”. Seguem-se a Cenário Cia. de Dança, com “A deusa que há em mim”, o Coletivo Tranz, com a performance “Santuário”, e por último, a Contexto, com “Cabeça de Lagartixa”. “Todos os grupos se consolidaram dentro do cenário artístico da cidade e se destacam por exibir um bom nível técnico”, elogia Maurício Germano, da Divisão de Dança da Funjope.

Dia da Dança

Vinte e nove de abril foi uma data convencionada em 1982 pelo Comitê Internacional da Dança da Unesco para lembrar o nascimento do francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), um dos grandes nomes da dança.

A celebração mostra a segunda arte em sua universalidade, que transpõe barreiras políticas, culturais e sociais. Neste dia, várias atividades afins costumam ser realizadas por associações, escolas e outras entidades ligadas à dança.

Programação:

Balé Popular da UFPB – 17h30

Espetáculo “Loas e Luas”

Livre adaptação dos festejos populares das cidades paraibanas, é uma refinada recriação dos autos populares. O espetáculo resgata a simplicidade dos folguedos folclóricos, unindo técnicas da dança contemporânea, teatro e elementos circenses num mesmo universo, que representa as crenças de cura, o pastoril, o xaxado e o maracatu – elementos simbólicos que tecem a estampa viva da memória cultural nordestina.

Cenário Cia. de Dança – 18h
Espetáculo “A deusa que há em mim”

O espetáculo é baseado no livro “As deusas e a mulher – Nova psicologia das mulheres”, de Jean Shinoda Bolen, e traz uma visão feminina da sua existência no tempo. Evoca as dimensões humanas na tentativa de transcender a sua passagem terrena e encontrar a sua alma.

Coletivo Tanz – 18h30
Espetáculo “Santuário”
O santuário é um rito executado por artistas de teatro que, a partir, de gestos e jogos, buscam a sua identidade pela via da dança teatral urbana.

Contexto Cia. de Dança – 19h
Espetáculo – Cabeça de Lagartixa (“Um outro olhar sobre mim”)

A performance busca transformar imagens estáticas em dança e texto e crítica em movimento. Os dançarinos exploram as possibilidades de interação com o seu reflexo no palco. Dez imagens do fotógrafo paraibano Ricardo Peixoto compõem a cenografia.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.