Início Geral

Concerto da Sinfônica tem música clássica e exposição fotográfica, em João Pessoa

A obra de Ludwig van Beethoven (1770-1827), ‘Sinfonia nº 6 em Fá Maior’, a ‘Sinfonia Pastoral’, será contemplada pela Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP), através de um concerto, que acontece neste sábado (8), às 18h, no Centro Cultural Ariano Suassuna, em Jaguaribe. A entrada é gratuita.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

A apresentação da Sinfônica Municipal, sob a regência do maestro titular Laércio Diniz, marca também a abertura da exposição ‘Vidas Refugiadas’, que ficará em cartaz no Salão de Exposições Linaldo Cavalcanti, do Centro Cultural, anexo ao Tribunal de Contas do Estado, localizado em Jaguaribe.

O programa da Orquestra Municipal para essa noite terá três obras, duas delas de notáveis compositores brasileiros. Abre com ‘Pregão’, do maestro e compositor José Siqueira (1907 – 1985), paraibano da cidade de Conceição, e segue com ‘Concerto para vibrafone e orquestra nº 1’, do carioca Ney Rosauro. Esta terá a participação especial do solista João Victor Figueiredo.

“Como solista trazemos para o concerto deste sábado o jovem e talentosíssimo percussionista paraibano João Victor Figueiredo, que interpretará o ‘Concerto para vibrafone’, do compositor brasileiro Ney Rosauro que atualmente vive nos Estados Unidos e é um dos grandes representantes vivos da musica brasileira”, comenta o maestro Laércio Diniz.

O concerto termina ao som das notas de ‘Sinfonia Pastoral’. “Com ela, Beethoven retrata o seu amor à natureza e descreve sua relação com o campo, apresentando títulos como ‘O despertar dos sentimentos alegres com a chegada ao campo’ ou ‘Cena a beira do riacho’, música impregnada de tanta beleza que faz nascer o sol dentro de cada um que ouve esta obra”, descreve Diniz.


Exposição de fotografias
– ‘Vidas Refugiadas’ é fruto de um projeto homônimo que retrata, através de fotografias, o cotidiano de mulheres de diferentes nacionalidades que hoje vivem no Brasil.

São mulheres como Silvye, advogada de 34 anos, nascida na República Democrática do Congo, refugiada reconhecida pelo Governo Brasileiro desde 2014, e Mayada, professora de francês da Universidade de Damasco, natural da Síria, refugiada e também reconhecida pelo Governo Brasileiro desde 2014.

As imagens estarão em exibição no Salão de Exposições Linaldo Cavalcanti.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078. 

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.