Moeda: Clima: Marés:
Início Saúde

Conheça os benefícios do ciclismo para a saúde e qualidade de vida dos praticantes

Educador físico ressalta que benefícios do pedal na rotina vão além da saúde física e influenciam, também, no psicológico das pessoas
Vida
Foto: Imagem ilustrativa/Pixabay

O uso de bicicletas tem crescido a cada dia no Brasil. Estima-se que, no país, existam mais de 33 milhões destes veículos, que podem ser utilizados tanto como meio de transporte quanto como dispositivo de passeio. O aumento do número de bicicletas acontece em um momento em que os brasileiros procuram adotar estilos de vida mais saudáveis.

O educador físico Claudney Forte explica que o ciclismo é uma ótima opção para quem quer atingir este objetivo, pois os benefícios do pedal vão além da saúde física e influenciam, também, no psicológico das pessoas. “Pedalar estimula a liberação de hormônios responsáveis pelas sensações de felicidade, prazer e analgesia”, comenta.

Claudney afirma que, além da melhoria dos condicionamentos respiratório e cardiovascular, o ciclismo auxilia no aumento de massa magra e controle de doenças não transmissíveis, como hipertensão e diabetes. É por isso que, segundo ele, o pedal e a prática de outros exercícios promovem maior qualidade de vida e aumentam a longevidade das pessoas.

Aliada da saúde

Um levantamento do instituto de pesquisa Multiplicidade Mobilidade Urbana, que incentiva a construção de cidades mais sustentáveis, apontou que a Paraíba conta, hoje, com 386 mil bicicletas. Só na Capital a frota destes veículos já corresponde a 10% da população. A tendência é que este número aumente gradativamente e o especialista contábil Fellipe Medeiros já faz parte desta estatística.

Para Fellipe, as ‘magrelas’ têm reinventado não apenas sua maneira de pensar a mobilidade urbana, mas também sua forma de lidar com a saúde. “Quando já começo o dia pedalando, minha disposição e rendimento são incomparáveis. Realmente, a atividade física faz toda a diferença para mim, principalmente pela manhã”, afirma, ao comparar a rotina que mantém hoje com as práticas de sete meses atrás, quando criou o hábito de pedalar para ir ao trabalho.

Sem tempo para se exercitar em uma academia, a técnica em segurança do trabalho Cybelle Alves decidiu incluir o ciclismo em sua rotina. Ela pedala todos os dias de casa até o trabalho. “Mesmo morando perto, acredito que pedalar seja uma boa alternativa, já que minha rotina é muito corrida”, conta.

Movido pelo mesmo impulso de Cybelle, diariamente Fellipe se desloca por quase 12 quilômetros e, muitas vezes, encontra alguns colegas de trabalho no caminho. “Como não tenho tempo para praticar atividades físicas no horário oposto ao trabalho, optei pela bike para me ajudar a não cair no sedentarismo”. Ele acrescenta que, atualmente, não possui outros meios de locomoção.

De acordo com o educador físico Claudney Forte, as mudanças percebidas pelos praticantes do ciclismo ocorrem porque pedalar estimula os membros inferiores e isso contribui para a queima de calorias, por exemplo. É por isso que mesmo aqueles que pedalam poucas vezes na semana sentem melhorias na saúde.

Palavras Chave

CiclismoSaúde

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.