Início Geral

Cortou, cortando

Cortando na própria carne? Cortou e foi um corte profundo. Mas, inicialmente, já adianto meu voto: concordo com a decisão da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa em reduzir a verba indenizatória, que muitos trabalhadores gostariam de ter, mas não foram eleitos e, portanto, não privilegiados.

O presidente Adriano Galdino disse que a Casa de Epitácio Pessoa trabalha com um déficit de R$ 500 mil e, essa medida, fará com que se respire mais aliviado. “É uma maneira de a gente ajustar a receita da Casa”, justificou o presidente ao ser abordado na sessão de ontem. Galdino até brincou: “É interessante como vocês sabem dessas coisas”.

A medida, claro, não teve à unanimidade. Houve quem aplaudiu e houve quem, digamos, não ficou muito satisfeito. O deputado Ricardo Barbosa por exemplo, disse que já vinha “cantando essa pedra”. Já a deputada Camila Toscano disse que iria ficar difícil adaptar o gabinete à nova realidade por conta dos prestadores de serviço.

O certo é que se a crise econômica existe e se eu preciso me adaptar, que isso se valha para todos. Porque não se defende discurso indefensável. Os parlamentares, que antes recebiam R$ 40 mil para as despesas com o mandato, passarão a receber R$ 25 mil, fora o salário, que chega próximo desse valor. Sem demagogia, nem comparações, R$ 25 mil não um valor a ser desconsiderado, nem jogado fora. Acredito eu que dá para muita coisa.

Barbosa 1

Presidente do PSB de João Pessoa, Ronaldo Barbosa disse que a legenda tem conversado com os partidos. Ao ser perguntado se o governador Ricardo Coutinho teria sido procurado pelo presidente do PR, deputado Wellington Roberto, para que o filho – Caio – fosse indicado a vice em troca de apoio, Barbosa não confirmou, nem negou.

Barbosa 2

Informações dão conta de que Barbosa teria iniciado conversas com o vereador Lucas de Brito, com o deputado João Gonçalves. Oficialmente, o PSB da Capital diz que essa questão do vice só será resolvida em junho.

Barbosa 3

Sobre o outro Barbosa (Ricardo), o presidente do PSB afirmou que o deputado continua na base e que, incluisve, participou da plenária da legenda.

Um soldado

Ao ser questionado com quem marcharia na eleição de outubro, o deputado João Gonçalves deu uma resposta inusitada: “Quando? No 7 de Setembro?”. Quem pergunta o que quer, ouve o que não quer.

Com respeito

João, que já foi do PSDB e do PSD, voltou para o PDT de Damião Feliciano. Disse que vai respeitar o partido, mas pode seguir outros caminhos.

Posse na Esma

A desembargadora Fátima Bezerra, ex-presidente do TJPB, foi escolhida pelo Pleno, nova diretora da Esma. A posse será hoje, às 11h. Com a indicação e apoio dos desembargadores, a magistrada passa a substituir a desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, atual vice-presidente e corregedora do TRE.

O chamado

Por falar em Adriano Galdino, o mesmo teria sido chamado às pressas ontem pelo governador Ricardo Coutinho. Não se sabe o teor da conversa, mas pela pressa que Galdino saiu, nos próximos dias saberemos.

Parceria

O TJPB firmou convênio com a Secretaria de Segurança Pública para utilização do malote digital para facilitar a comunicação entre os órgãos.

Mais CPI? 1

O vereador Fuba está encabeçando um movimento para coleta de assinaturas e protocolar nova CPI contra a Prefeitura. Seria para investigar irregularidades no Fundeb. Já teria seis assinaturas.

Mais CPI? 2

Na CMJP, já foram protocoladas outras quatro CPIs, que ainda não tiveram parecer sobre se avançam ou não pela presidência da Casa.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.