Início Geral

CPI da Câmara de Cabedelo termina com depoente levado à delegacia

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) foi instaurada na Câmara Municipal de Cabedelo para averiguar irregularidades nas contas da gestão do ex-presidente da câmara Lucas Santino (PMDB). Na sessão ocorrida nesta quarta-feira (21), um dos depoentes acabou sendo preso após “faltar com a verdade dos fatos”, de acordo com o presidente da CPI, o vereador Antônio do Vale (PRP). Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio.

Segundo ele, o homem preso foi Diego de Lima, assessor do ex-vereador Lucas Santino, gestor anterior da Casa.  Os dois não foram encontrados pelo Portal Correio para comentar o caso. O presidente da CPI, Antônio do Vale, solicitou a condução coercitiva do depoente, alegando que ele estava se “esquivando das perguntas e dando falsos esclarecimentos que iam de encontro a documentos oficiais”.

Oficiais da Guarda Municipal encaminharam o depoente até a Delegacia de Cabedelo onde ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Os advogados do assessor o acompanharam até o local.

A CPI que apura investiga supostas irregularidades na Câmara de Cabedelo foi instaurada há cerca de três meses e já ganhou prorrogação por igual período, aprovada por unanimidade no Plenário da Casa.

Segundo o vereador Antônio, Lucas Santino já foi convocado para depôr, mas permaneceu em silêncio.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.