Cuba leva ouro na maratona e encosta no Brasil no quadro de medalhas

13
COMPARTILHE

Record/Correio no PAN 2015 – O sábado (25) começou com uma má notícia para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos. Principal rival do país no quadro de medalhas, a delegação de Cuba ganhou um ouro inesperado na maratona masculina e encostou de vez no quadro de medalhas.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Com 2h17m04s, Richer Pérez fez o melhor tempo de sua carreira para se consagrar nas ruas de Toronto. A prata ficou com o peruano Raul Pacheco (2h17min13s), que foi ultrapassado no 35º quilômetro. O argentino Mariano Mastromarino foi o terceiro colocado, 41 segundos atrás do vencedor.

O Brasil tinha dois representantes na prova: campeão da maratona pan-americana no Rio 2007, Franck Caldeira abandonou a disputa por volta do quilômetro 30 devido a um problema no tendão. Já a Ubiratan dos Santos ficou com a 13º colocação (2h34min53).

Com o resultado, Cuba chega a 32 medalhas de ouro no Pan, três a menos que o Brasil. O “problema” para os brasileiros é que os cubanos disputarão nada menos que cinco finais no boxe masculino, esporte que tradicionalmente vencem. Por outro lado, a delegação verde-amarela pode conseguir um respiro através dos esportes coletivos, onde disputam quatro finais neste sábado (basquete masculino, futebol feminino, handebol masculino e vôlei feminino).

Os Jogos de Toronto são transmitidos pela Rede Record (TV Correio HD na Paraíba), com exclusividade na TV aberta.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas