Início Geral

De costas

Quando eu era menina pequena, em Patos, quando a gente se sentava na carteira para assistir a uma aula, era sentar, olhar para frente, escutar e só perguntar quando tinha dúvidas. Na Assembleia Legislativa da Paraíba, deveria ser a mesma coisa. Sentar na cadeira tão sonhada e conquistada no voto e, pelo menos, usar das boas maneiras que certamente foram ensinadas por seus pais e ouvir os colegas que estão na tribuna. A ‘zuada’ é tanta que vira e mexe é preciso o presidente da Casa, Adriano Galdino, apertar a campainha e pedir que os companheiros façam silêncio e escutem aquele que está na tribuna. No mínimo, se não for por educação, por interesse, que seja por respeito. Essa semana, o deputado Branco Mendes falava sobre a situação da barragem de Coremas, que apresenta rachaduras e tem preocupado a população, e só se via os demais de costas para a tribuna e a Mesa Diretora. Adriano Galdino não teve dúvidas e disparou: “Senhores deputados e deputadas, peço a atenção para ouvir um colega que está na tribuna”. E Branco Mendes, ainda complementou: “Realmente, não dá para falar com essa zuada”. Na sessão de quarta-feira, por exemplo, o presidente precisou por diversas vezes pedir que os deputados voltassem a seus lugares para votar os projetos, tidos como “importantes”. A que ponto chegamos. Por isso, que quando se fala que político, em geral e livrando as exceções, só se faz ouvir ou só abre abre em ano eleitoral, ainda tem quem reclame. As ações falam por si só.

Malas prontas

“Não tenho o que conversar com o senador José Maranhão. Vou conversar o que com ele. Vou conversar o que com o PMDB”. O desabafo é do deputado Gervásio Maia Filho que, pelos discursos, já está de saída. Como diria o filósofo Pablo na música: “Estou indo embora, a mala já está lá fora…”.

PPS com o PSD

Diferentemente de um título da página 4 do Correio de ontem, o PPS poderá seguir com o PSD Luciano Cartaxo e não com o PT. O esclarecimento é do vereador Marco Antônio.

Aliança benéfica

Marco Antônio se diz confiante na manutenção da aliança do PPS com o prefeito de João Pessoa. Segundo ele, será uma aliança benéfica para a cidade de João Pessoa.

Pátria Livre

O Partido Pátria Livre (PPL) está preparando congresso estadual, que será em João Pessoa, para instruir seus pré-candidatos a vereador sobre legislação eleitoral e partidária.

Leque de alianças

O prefeito de Sousa, André Gadelha (PMDB), está costurando um leque de alianças que praticamente deixa a oposição sem alternativas para as próximas eleições.

“Xô Aedes”

O aplicativo “Xô Aedes”, criado por paraibanos, tem se destacado com sucesso em todo o País. Já são mais de 60 mil downloads no Google Play; baixe aqui.

“Xô mosquito!”

Pedras de Fogo

O grupo político liderado pelo deputado federal Manoel Júnior (PMDB) tem quatro pré-candidatos a prefeito de Pedras de Fogo. Um deles disputará a sucessão do prefeito Dedé Romão (PSB).

Mais cotado

O presidente da Câmara, José Felinto, é o mais cotado. Ele disse que pretende disputar a reeleição de vereador, mas não hesita em concorrer a Prefeitura de Pedras de Fogo.

Concurso

Os 88 candidatos aprovados na 2ª fase do concurso para a peneira das 15 vagas de juiz substituto do TJPB terão até a 11 de março para entregar os documentos da inscrição definitiva.

Bancada na CMJP

A vereadora Raissa Lacerda se diz tranquila em relação aos rumos do seu partido, o PSD. Segundo ela, a legenda elegerá uma bancada expressiva para a Câmara.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.