Início Geral

De padre à filha de santo, PSL filia ‘balaio ideológico’ em João Pessoa

O PSL (Partido Social Liberal), comandado na Paraíba pelo deputado estadual Tião Gomes, conseguiu a façanha de filiar um padre, dois pastores, um missionário, uma filha de santo, um espírita, um maçom e uma travesti para a disputa de vagas na Câmara Municipal de João Pessoa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O padre se chama Gilmar Batista (sobrenome de santo) da Igreja de Nossa Senhora Santana, no bairro Funcionários II. Os pastores são Isaac Venerando (Igreja Assembleia de Deus) e Edvaldo Melo (Igreja Congregacional). O missionário chama-se Eduardo Melo (Igreja Mundial do Poder de Deus).

A filha de santo é Silvia Falcão (Terreiro de Mãe Ozilda, em Bayeux). O espírita é Ives Ramalho (seguidor de Allan Kardec, o fundador da doutrina espírita). O maçom é Lival Lira. A travesti tem nome civil e Edgar Silva, adotou o nome social de Sheila e reivindica disputar uma vaga na Câmara de João Pessoa pela cota das mulheres. As informações são do vereador e presidente do Diretório Municipal do PSL, Lucas de Brito, e foram acrescentadas e confirmadas pelo secretário municipal do partido, Victor Alberto.

“Vamos tentar encaixar Sheila na cota feminina. Ela mesma está reivindicando”, disse o vereador Lucas de Brito. Segundo ele, a convivência de contrários faz do PSL um dos partidos mais democráticos atualmente. Segundo Lucas, não é fácil reunir na mesma legenda padre, pastores, espírita umbandista, maçom e travesti. “O PSL conseguiu tal façanha”, comentou o parlamentar.

Por causa das diferenças, segundo Lucas de Brito, o PSL se credencia para eleger uma bancada expressiva e significativa para a Câmara Municipal de João Pessoa. “Pelo menos três vereadores serão eleitos pela nossa coligação proporcional, que inclui o PSL, a Rede e o PPL”, disse Lucas de Brito.

Já o secretário do PSL, Victor Alberto declarou que a diversidade de pensamentos no partido é uma demonstração que pode haver harmonia entre as religiões e as ideologias, diferentemente do que acontece em outros países, onde existem guerras, atentados, assassinatos em nome de Deus, por causa da intolerância. “O PSL, segundo Victor Alberto, é a representação da tolerância e do respeito às minorias e às maiorias.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.