Início Geral

‘De Repente no Espaço’ reúne poetas Antônio Silva e Erasmo Ferreira, em JP

Dois nomes da poesia popular nordestina se encontram para uma noite de improvisos e violadas. Trata-se da edição de agosto do projeto ‘De Repente no Espaço’, que tem como convidados os poetas Antônio Silva e Erasmo Ferreira, ambos já conhecidos na Região. A apresentação é de Iponax Vila Nova, declamador oficial do evento. Como de costume, a noite da poesia popular acontece na primeira quarta-feira do mês (3 de agosto), a partir das 19h, no mezanino do Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural José Lins do Rego. A entrada é gratuita.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

Para o público fiel do projeto, é a oportunidade de conferir a performance desses dois nomes da arte do repente. Poetas que trazem consigo o dom que os permite trazer o verso no improviso. Rápidos no raciocínio, os dois têm sempre a resposta de imediato ao oponente.

Erasmo Ferreira – É natural de Aroeiras e reside há seis anos em Serra Branca. Desde os seus quinze anos de idade, canta e encanta os amantes da poesia popular, dedilhando a sua viola, parceira de muitas alegrias de norte a sul do Brasil. É destaque em festivais e encontros de violeiros pelo País. Com três CD’s gravados, várias participações em álbuns de festivais e parceiros de poesia; autor de várias composições, entre elas “Pedindo perdão” em parceria Heraldo Salviano, “Apaixonado por essa mulher”, regravadas por bandas de forró. Já conquistou vários prêmios como o 3º lugar no festival em homenagem ao poeta Pinto de Monteiro e 1º lugar no Festival de Violeiros, na cidade de São Vicente (RN).

Antônio Silva
– Natural de Caicó, Antônio Silva é cantador, repentista, radialista e promotor de festivais. Também preside o Clube do Repente do Seridó. É a segunda vez que se apresenta no projeto De Repente no Espaço. Em novembro do ano passado, ele fez dupla com Miro Pereira (RN).

Iponax Vila Nova
 – Nascido na cidade de Cajazeiras no alto sertão paraibano, filho do pernambucano Ivanildo Vila Nova, o maior dos repentistas da atualidade, Iponax cresceu com a poesia improvisada. Ela e a viola de Ivanildo estavam em todos os lugares da casa, e aos poucos foi despertando no menino o desejo de participar dessa disseminação da cultura popular. Fez da poesia a régua e compasso no seu projeto de vida. Ainda muito jovem, levou sua arte para os mais distantes grotões do país. Um verdadeiro ativista da cultura matuta, é um grande articulador da arte do repente, considerado um dos grandes nomes da poesia e da declamação dos nossos dias.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.