Moeda: Clima: Marés:
Início Policial

Defesa de motorista alega que motoboy morto no Bairro dos Estados ultrapassou sinal vermelho

Circuito de segurança de um estabelecimento comercial flagrou o acidente, mas não é possível visualizar semáforos no vídeo
Circuito de segurança flagrou acidente, mas imagens não esclarecem dinâmica da colisão — Foto: Reprodução/TV Correio

O advogado de defesa da mulher que atropelou e matou o motoboy Bruno Barros, no último sábado (14), assegurou, à TV Correio, que foi a vítima quem avançou o sinal vermelho no cruzamento das avenidas Piauí e Espírito Santo, no bairro dos Estados, em João Pessoa.

“O sinal estava verde para ela. Infelizmente, o rapaz avançou o sinal e colidiu com o carro dela. Ela ficou desesperada, pois até então nunca tinha passado por uma situação semelhante”, disse Ednilson Siqueira, acrescentando que a cliente saiu do local do acidente por medo de ser agredida.

A motorista prestou depoimento à Polícia Civil e vai responder ao processo em liberdade.

Bruno Barros foi velado e enterrado nesse domingo (15). A TV Correio conversou com o pai da vítima, Geovane Nascimento. Ele disse que não concordou com a represália praticada por outros motoboys contra a condutora do carro. “Eu não quero justiça com as próprias mãos, o que eu quero é saber o que realmente aconteceu”.

Carro que atingiu motoboy foi incendiado no Treze de Maio — Foto: Reprodução/TV Correio

Logo após o acidente, a condutora do carro foi perseguida por motociclistas. Ela abandonou o veículo em uma rua no bairro Treze de Maio. O veículo foi localizado e incendiado pelos homens. A mulher pediu ajuda ao irmão e novamente foi acompanhada pelos motociclistas.

A mulher e o irmão procuraram refúgio em uma concessionária veículos na Avenida Epitácio Pessoa. O carro dele também foi depredado pelos homens.

Motoboy
Motociclistas danificaram segundo carro na Av. Epitácio Pessoa — Foto: Reprodução/TV Correio

O circuito de segurança de um estabelecimento comercial próximo ao local do acidente flagrou o momento da colisão. No entanto, não é possível visualizar semáforos no vídeo. Autoridades investigam as circunstâncias do acidente.

Bruno Barros era casado e, além da esposa, deixa uma filha de três anos.

Comentários

Mathias Pereira disse:

O resultado de um país q não confia em seu sistema de justiça, as pessoas começaram a querer fazê-la por conta própria e a tendência é piorar! Parabéns aos legisladores, os senhores são os culpados.

Alguem disse:

Moro no Bairro dos Estados há 20 anos e esse cruzamento da Espirito Santo com a Piauí é perigosissimo, junto com os cruzamentos das 2 quadras anteriores (Piauí X Minas Gerais e Piauí X Mato Grosso) Sempre tem motoqueiro queimando semáforo e provocando acidentes. Na esquina do acidente o morador da casa de uma casa colocou umas barreiras em concreto, mas de vez em quando elas aparecem quebradas devido ao impacto dos carros que geralmente recaem sobre a casa dele. Quem mora no bairro já sabe que mesmo durante o dia e com a preferência, é sempre bom reduzir e verificar se não vem uma moto ou um carro em alta velocidade.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.