Início Geral

Depois de quebrar jejum, Botafogo-PB tenta conter euforia

Eram seis derrotas consecutivas, e a sétima estava se encaminhando depois dos primeiros 45 minutos da partida contra o Moto Club-MA. Apesar de abrir o placar logo aos 5 minutos, o Botafogo-PB tomou a virada e foi para o intervalo debaixo de sonoras vaias, direcionadas aos jogadores e diretoria do clube. A crise estava aumentando, e o risco de rebaixamento ficava mais evidente do que nunca desde que retornou à Série C, em 2014.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

Mas apesar do cenário de devastação, nos dez primeiros minutos do segundo tempo o time da estrela vermelha mostrou poder de reação, revirou o placar e conseguiu voltar a vencer. Depois do apito final, o treinador Ademir Fonseca falou sobre a vitória de 3 a 2 para cima do Moto.

Melhor motivador do que treinador, como o próprio se intitula, ele contou como foi a conversa no vestiário para que o time conseguisse reagir no segundo tempo. O argumento utilizado para animar os jogadores foi, no mínimo, curioso. O comandante do Belo, chegado há duas semanas, utilizou o slogan de campanha do Deputado Federal Tiririca (PR-SP), “pior que tá, não fica”, para tranquilizar seus atletas.

“Ganhar é sempre importante, ainda mais em um dia em que a equipe estava jogando bem. Tivemos tranquilidade, porque teve um momento que as coisas ficaram difíceis. Tomamos dois gols em cochilos, mas tivemos força para reagir e conseguir esse resultado. O torcedor está impaciente, estávamos bem, mas tomamos dois gols e, nessa fase que estamos, o torcedor fica desconfiado. Disse aos jogadores que não podia ficar pior do que já estava, e que se nos organizássemos e tivéssemos paciência, conseguiríamos os gols. A vitória eleva a auto estima, e agora corremos por fora para tentar fazer o resultado fora de casa e entrar de vez na briga pela classificação”, disse.

No próximo domingo (20), o Botafogo-PB visita o Remo-PA, em Belém, às 20h. O confronto direto agora é pela briga para a classificação para a próxima fase, já que o Leão tem 18 pontos e está na quinta posição na tabela de classificação. O time da estrela vermelha tem um ponto a menos, e é o sexto colocado. O Salgueiro-PE, que é o quarto, tem 20.

Fernandes, que vem atuando na lateral esquerda, foi outro que falou da mudança de patamar do Belo após a vitória. Agora três pontos abaixo do G4 e quatro acima da zona de rebaixamento, o sonho pela classificação para a próxima fase ainda é difícil, mas fica menos distante.

“Temos que dar um passo de cada vez. Sabíamos que se perdêssemos ficaríamos em uma zona perigosa, onde ninguém quer estar, e que para sair é muito complicado. Mas conseguimos três pontos importantes, vamos jogar agora tentando buscar a vitória para saber se vamos brigar em cima, pela classificação, ou não. Vamos com cautela, mas sabemos que temos condições de conseguir os três pontos fora de casa”, afirmou.

Nesta terça-feira (15), o Botafogo-PB se reapresenta pela manhã para iniciar as atividades de preparação para o duelo da décima quinta rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.