Início Geral

Deputado estadual denuncia aumento de 285% de pistolagem no campo da PB

Segundo o deputado estadual Frei Anastácio (PT), a ação de pistolagem no campo, no Estado da Paraíba, teve aumento de 285% em 2015, com relação ao ano anterior. O estado saltou de 54 ações de violência, para 209 investidas de supostos “capangas” contratados por fazendeiros, como assim classificou o parlamentar, contra trabalhadores rurais.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O deputado fez a declaração com base no livro ‘Conflitos no Campo Brasil 2015’, lançado nesta sexta-feira (12), no Centro de Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba, em João Pessoa. O livro é uma publicação anual da Comissão Pastoral da Terra nacional (CPT) e retrata toda problemática envolvendo o campo.

Participaram da solenidade de lançamento trabalhadores rurais, representantes da CPT nacional e da Paraíba, além de advogados, professores e estudantes.

De acordo com Anastácio, o aumento na violência no campo é um reflexo do poder dos ruralistas no Congresso Nacional e a falta de mais investimento na segurança. Na Paraíba, conforme explicou, o principal foco de violência no campo está na Região do Agreste, especialmente nas Zonas Rurais das cidades de Mogeiro e São José dos Ramos.

“Este ano já houve até assassinato. A vítima foi o presidente do PT de Mogeiro e assentado da reforma agrária Ivanildo Francisco da Silva, de 46 anos, assassinado em casa na presença de uma filhinha de um ano, na noite de quarta-feira, 6 de abril”, disse o deputado.

O parlamentar petista mostrou que o livro traz dados do ano passado, com levantamento de que foram registrados 14 conflitos por terra e três ocupações de fazendas. Nesses conflitos, foram registrados 17 casos de violência contra trabalhadores e nove ameaças de morte.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.