Deputado propõe ações de enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes

14
COMPARTILHE

O deputado Wilson Filho (PTB), referindo-se ao Dia Internacional das Crianças Vítimas de Agressão, lembrado neste sábado (4), afirmou que a violência contra essa parcela da população ainda é grande na em João Pessoa. Pré-candidato à Prefeitura da Capital, o parlamentar disse que quer criar uma rede de cuidados para essa parcela da população e também fazer o acompanhamento dos agressores, para que eles não voltem a cometer essa prática.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O “Relatório Diagnóstico das Ações de Enfrentamento às Violações Contra Crianças e Adolescentes a Partir dos Conselhos Tutelares da Cidade de João Pessoa” aponta que crianças de até seis anos são 42% das vítimas de violência em João Pessoa. Além de crianças de até seis anos, o perfil mais comum de registros de violência nos conselhos são meninas. Quase 58% das vítimas são do sexo feminino. No total, foram analisadas 17.162 denúncias, sendo o Conselho Tutelar da Região Sudeste o maior em volume de denúncias no período, com 5.154, seguido de Mangabeira com 4.901, Sul com 4.014, Norte 2.234 e 859 no Praia.

Wilson propõe estruturar os Conselhos Tutelares, buscando ampliar a atuação e integrar as iniciativas das unidades às das Secretarias de Educação, Esportes e Desenvolvimento Social, além de dotá-las de infraestrutura física mais moderna. “Os conselhos são fundamentais nesse enfrentamento contra a violência e na garantia de direitos, por isso, vamos dar uma atenção especial a essas estruturas”, comentou.

O parlamentar também pretende promover uma integração da rede de atenção à criança e ao adolescente, visando combater as causas da violência praticadas contra elas; desenvolver campanhas educativas sobre violência contra crianças e adolescentes e atuar no município a partir do mapa geográfico de risco social, visando maior efetividade das ações.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas