Início Geral

Desafio dos 100 dias

O conceito mudou em 2013, quando milhares de brasileiros saíram às ruas para reclamar do preço dos transportes públicos e da qualidade de serviços como Saúde e Educação. Até então, os primeiros 100 dias eram espécie de trégua da oposição ao novo gestor, ou um tempo para organizar a casa. Passou a ser o período para mostrar qualificação para o cargo que assumiu, ou seja, para apresentar resultados.

Na Paraíba, estamos assistindo um bom duelo. Luciano Cartaxo (João Pessoa) e Romero Rodrigues (Campina Grande) tentam se destacar em meio a crise, que muitosusam como desculpa por não ter o que mostrar, para viabilizar projetos para 2018. Como suas realizações não caberiam em uma única coluna, começo com a Capital e amanhã mostrarei a “Rainha da Borborema”.

Cartaxo comemorou os 100 dias com a entrega de 1.032 unidades habitacionais. Só ontem foram 776 apartamentos. São 5.000 em quatro anos e 100 dias. Considerando a média de quatro moradores por unidade, atendeu a 20 mil pessoas, ou seja, abrigou população maior do que as de 189 municípios da Paraíba. E promete entregar mais 4.500 até dezembro – um residencial a cada dois meses.

Escolheu um bom marco. Casa é segurança para toda a família, além de patrimônio para a posteridade. E contando com a competência da secretária Socorro Gadelha, a meta de 2017 – a que pode alavancar sua posição na corrida para o governo em 2018 – não corre risco.

Mas os outros números de Cartaxo são significativos: atingiu mais de R$ 3 bilhões em investimentos desde que assumiu (equivale a mais de 30% do orçamento do período) e ainda reduziu o endividamento da PMJP em 60%, conforme atesta a Austin Ratings, que colocou João Pessoa como o 2° melhor município brasileiro em execução orçamentária.

E onde está esse dinheiro? Aponta, entre outras, 46 novas creches, que triplicaram número de crianças atendidas de 4 mil para 12 mil, com cinco refeições/dia; novas escolas em tempo integral, centro de idomas; duas UPAs inauguradas e uma em eonstrução; o Novo Parque da Lagoa, Calçadinha da Orla, Praça da Independência, viaduto da Geraldo Mariz e ponte da Beira Rio, 10 binários implantados e avenidas duplicadas.

E Cartaxo diz que conseguiu tudo isso “perseguindo só resultados”, com diálogo e sem agredir ninguém. Quem vai vestir a carapuça?

TORPEDO

“E o que nos alegra… É ver a felicidade das mães quando deixam ou vão buscar as crianças. É ver a alegria das famílias que receberam uma casa nova. É saber das vidas salvas graças as UPAs. É ver o orgulho das pessoas no Parque da Lagoa… é receber os turistas na Orla.”

Do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), apontando as realizações que lhe dão satisfação.

Dia bom

Para Cartaxo, não poderia ter sido melhor. O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), os presidentes do PSD, PSC, PP e PMDB, e todos os vereadores estiveram no evento dos 100 dias da gestão. Demonstração de unidade.

A lista

Cássio considera cedo, mas disse que o que não faltam são opções no bloco oposicionista para 2018. Citou Romero (PSDB), Aguinaldo Ribeiro (PP), Cartaxo (PSD), Maranhão (PMDB) e também colocou seu nome na lista.

Comparação

O vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, de Campina, fez questão de destacar o gesto de Cartaxo de agradecer ao deputado Aguinaldo Ribeiro, seu filho, a liberação dos recursos para o residencial, quando ministro das Cidades.

Comparação 2

Enivaldo lamentou que Ricardo Coutinho não tenha feito igual em relação as obras do Viaduto do Geisel e do parque do Bodocongó, em Campina, ambos com participação do atual líder do governo na Câmara.

ZIGUE-ZAGUE

Marcelo Odebrecht complicou a vida do ex-presidente Lula e do ex-ministro Antonio Palocci na Lava Jato. Explicou a Sérgio Moro todos os pagamentos que fez.

Em depoimento, ontem, confirmou, entre outros, compra de terreno e repasses para o Instituto Lula e os R$ 50 milhões pela MP 470, na campanha de Dilma.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.