Início Geral

Desembargador decreta ilegalidade da greve de Santa Rita

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) declarou ilegal e abusiva a greve dos servidores municipais de Santa Rita, deflagrada no último dia 31 de maio. O documento foi assinado pelo desembargador Frederico Martinho da Nóbrega Coutinho, nessa sexta-feira (2). Comente no fim da matéria.

Leia também: Servidores de Santa Rita entram em greve e cobram salários atrasados de 2016

Segundo o desembargador, a greve está causando problemas nos serviços públicos de saúde e educação da cidade.

Conforme a decisão, a Prefeitura de Santa Rita está cumprindo com as obrigações, honrando os compromissos e reinvindicações propostas pelo sindicato, com exceção apenas dos salários atrasados de 2016 que a prefeitura disse estar se esforçando para executar o pagamento deixado pela gestão anterior.

Na ação da justiça, ficou determinada a imediata suspensão da greve, com fixação de multa diária de R$ 10 mil em caso de descumprimento da ordem judicial de retorno ao trabalho.

O Portal Correio não consegui contato, na manhã deste sábado (3) com a Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Santa Rita (Sinfesa) para comentar a decisão.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.