Moeda: Clima: Marés:
Início Saúde

‘Dia D’ de vacinação contra Covid, influenza e sarampo é neste sábado (4); veja programação

Neste sábado (4), Secretaria de Estado da Saúde (SES) e a Prefeitura de João Pessoa farão ações especiais para reforçar a vacinação de crianças e adultos
Vacinação
Foto: Secom-JP

O “Dia D” de vacinação contra Covid-19, influenza e sarampo na Paraíba será realizado neste sábado (4). Estado e municípios farão ações especiais para reforçar a vacinação de crianças e adultos.

De acordo com a chefe do Núcleo de Imunizações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Franciélia Carvalho, o Dia D é um movimento para incentivar a população dos 223 municípios a procurar as unidades de saúde e atualizar os cartões de vacinação. Ela explica que as festas de São João estão chegando e o ideal é que as pessoas curtam o período imunizadas. 

A SES recomendou aos municípios que comuniquem a população esclarecendo a importância de ter seu esquema vacinal em dia para a Covid-19, influenza ou sarampo e mobilizem os agentes comunitários de saúde para realizar chamamento nas casas para a vacinação, além de disponibilizar pontos de vacinação em locais estratégicos para contemplar a população que mora em lugares de difícil acesso.

Até o momento, de acordo com a SES, 8.810.573 doses contra a Covid-19 já foram aplicadas na população. A cobertura da população a partir de 18 anos é de 99,3% para a D1, 93,3% para a D2, 2,8% da dose única, 62,5% da primeira dose de reforço e 10,5% da segunda dose de reforço.

Já a cobertura da população de 12 a 17 anos é de 82,9% para a D1 e 85,4% para a D2. E da população entre 5 e 11 anos é de 59,6% para a D1 e 32% para a D2.

Sobre a cobertura de sarampo, a Paraíba tem 47,96% da população alvo vacinada. Para a influenza, a cobertura vacinal é de 49% do público alvo.

Em João Pessoa

O Dia D na capital será realizado nas Unidades de Saúde da Família (USF), no Centro Municipal de Imunização, nas Policlínicas Municipais e no Mangabeira Shopping. Não será necessário fazer agendamento.

Na rede municipal de saúde, a vacina que previne contra o sarampo pode ser aplicada em trabalhadores da saúde e crianças de 6 meses a menores de 5 anos. A única forma de evitar o sarampo é por meio da vacinação. Por esse motivo, a importância de estimular a atualização da caderneta de vacinação, especialmente neste período de queda das coberturas vacinais.

Já contra influenza, a vacina está disponível para os seguintes grupos: pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas, funcionários do sistema de privação de liberdade, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo, rodoviário, portuários, funcionários do sistema prisional e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas).

Para a vacina de Covid-19, além de crianças de 5 a 11 anos, estão disponíveis também primeiras doses para o público 12+, além de segundas doses da Coronavac (28 dias após a primeira dose), Pfizer (60 dias), Astrazeneca (90 dias) e Janssen.

Pode tomar a terceira dose a população com idade a partir de 12 anos (120 dias após a segunda dose), imunossuprimidos (28 dias) e os trabalhadores de saúde (120 dias).

A aplicação da quarta dose é destinada para os indivíduos imunossuprimidos e idosos a partir dos 60 anos que tenham recebido a terceira dose há, pelo menos, 120 dias.

Locais de vacinação

– Estacionamento do Shopping Mangabeira (pedestres e drive thru)
Horário: 8h às 16h

– Centro Municipal de Imunização (CMI) – Av. Rui Barbosa, Torre
Horário: 8h às 12h

– Unidades de saúde da família (USF);
Horário: 8h às 12h

Distrito I
USF Saúde para todos
USF Costa e Silva

Distrito II
USF Integrada Grotão
USF Geisel em Ação

Distrito III
USF Quatro Estações
USF Nova Esperança

Distrito IV
USF Roger Integrado
USF Matinha II e Paulo Afonso

Distrito V
USF Bessa
USF Água Fria

Campina Grande

A prefeitura de Campina Grande vai disponibilizar mais de 40 locais de vacinação distribuídos por toda a cidade, incluindo a Feira Central e o Terminal de Integração.

As ações acontecem principalmente pela manhã, das 8h às 12h. À tarde, das 14h às 18h, o ponto de vacinação do Terminal de Integração será mantido para possibilitar acesso à vacinação também para quem não tem disponibilidade no turno da manhã.

A campanha do sarampo é voltada para os profissionais de saúde e para as crianças de seis meses a menores de cinco anos. Para elas são aplicadas duas doses no intervalo de 30 dias ou uma dose adicional para quem já cumpriu esse esquema.

Já a vacina de influenza é ofertada a pessoas de grupos prioritários – crianças de seis meses a menores de cinco anos, idosos, trabalhadores da Saúde e da Educação, profissionais das forças de segurança, população privada de liberdade, aeroportuários, pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades, caminhoneiros e trabalhadores dos sistemas públicos de transporte, gestantes e puérperas, povos indígenas e quilombolas

Na vacinação de Covid-19, serão ofertadas primeiras e segundas doses para crianças de 5 a 11 anos; primeiras, segundas e terceiras doses para adolescentes e adultos e primeiras, segundas, terceiras e quartas doses para idosos e imunossuprimidos.

Pontos de vacinação

8h às 12h

  1. Esac – Catolé
  2. UBS Wesley Targino – Nova Brasília
  3. UBS Plínio Lemos – José Pinheiro
  4. Feira Central
  5. Centro de Saúde Francisco Pinto – Centro 6. Policlínica da Zona Leste
  6. UBS Eduardo Ramos – Centenário
  7. UBS Adriana Bezerra – Santa Rosa
  8. UBS Hindemburgo Nunes – Ramadinha
  9. UBS Bodocongó – Bodocongó
  10. UBS Bela Vista – Bela Vista
  11. Centro de Saúde da Palmeira
  12. UBS Rosa Mística – Alto Branco
  13. UBS Novo Araxá – Araxá
  14. Centro de Saúde do Catolé – Catolé
  15. UBS Galante – Galante
  16. UBS Antônio Virgílio Brasileiro – Aluísio Campos
  17. UBS Tambor I – Tambor
  18. UBS Tambor II – Tambor
  19. UBS Romualdo Brito – Jardim Paulistano
  20. UBS Estação Velha – Estação Velha
  21. UBS Sandra Cavalcante – Sandra Cavalcante
  22. UBS Benjamim B. da Silva – Catingueira
  23. UBS Maria de Lourdes Leoncio – Novo Cruzeiro
  24. UBS Cidades I – Bairro das Cidades
  25. UBS Cidades II – Bairro das Cidades
  26. UBS Catolé de Zé Ferreira – Catolé de Zé Ferreira
  27. UBS Novo Horizonte – Novo Horizonte
  28. UBS Malvinas IV – Malvinas
  29. Policlínica das Malvinas – Malvinas
  30. UBS Ana Amélia Vilar Cantalice – Rocha Cavalcante
  31. UBS Portal Sudoeste – Portal Sudoeste
  32. UBS Jardim Verdejante – Jardim Verdejante
  33. Centro de Saúde de São José da Mata
  34. UBS Beija-flor – São José da Mata
  35. UBS Odete Leandro – UEPB
  36. Mutirão – Mutirão
  37. UBS Campos Sales – José Pinheiro
  38. UBS Ronaldo Cunha Lima – Três Irmãs
  39. UBS Raiff Ramalho – Rosa Cruz
  40. UBS Grande Campina – Grande Campina
  41. UBS Crisóstomo Lucena – Aluísio Campos

8h às 16h

  1. Terminal de Integração – Centro.

Patos

Em Patos, as vacinas contra gripe e sarampo serão aplicadas nas unidades básicas de saúde, das 8h às 16h. Já a vacinação contra covid será disponibilizada no salão paroquial da igreja do Morro, UFCG, Centro de Covid, e também nas unidades de saúde, neste mesmo horário.

Para o sarampo, o público-alvo será composto por crianças de 6 meses a menores de 5 anos, e os trabalhadores da saúde para atualização da caderneta vacinal. Lembrando que todos os trabalhadores de saúde, independente da idade, devem ter as duas doses da vacina Tríplice Viral.

Para a gripe (Influenza), o público-alvo é formado por idosos acima de 60 anos, trabalhadores da saúde, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes e puérperas, professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Em relação à imunização contra a Covid-19, pode ser imunizado o público a partir dos 5 anos de idade. O chamamento especial vai para os adolescentes com idades entre 12 e 17 anos que já podem tomar a primeira dose de reforço (D3), após período de quatro meses após a segunda dose.

Palavras Chave

João PessoaSaúde

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.