Início Geral

Ditadura separa filhos de Jo?o e Elizabeth Teixeira por 50 anos

Depois de uma espera de 50 anos, Elizabeth Teixeira, viúva do líder camponês João Pedro Teixeira, se reuniu com todos os seus filhos vivos. A separação, ocorrida durante a ditadura militar, colocou irmãos em lares diferentes e incomunicáveis entre si. Dois deles prestaram depoimentos emocionantes à Comissão da Verdade da Paraíba anteontem, na Fundação Casa de José Américo. O encontro foi proporcionado com a ajuda da Comissão da Verdade do Rio de Janeiro.

Leia mais notícias de Política do Portal Correio

“Foi maravilhoso esse encontro de hoje (quinta-feira) com minhas filhas que moram no Rio (de Janeiro)”, comemorou Elizabeth Teixeira. “Porque, com o assassinato do meu marido, João Pedro Teixeira, eu tive que continuar a luta dele. Quando veio aquela ditadura, eu fui presa. Tive que abandonar todos os meus filhos. Ficaram abandonados sem pai e sem mãe lá na casa onde eu morava”, lembrou.

Quando aconteceu o golpe militar de 1964, Elizabete passou oito meses presa no Exército. Depois de ser solta, foi pega várias vezes pelas chamadas milícias, formadas por policiais, que rondavam sua casa, em Sapé. Diante do cenário de perseguição, a viúva de João Pedro precisou fugir e conseguiu abrigo no Rio Grande do Norte. “Fiquei lá todos os anos da ditadura, sem tomar conhecimento se os meus filhos eram vivos, ou mortos”, lembrou a viúva.

No primeiro dia de depoimento na Comissão Estadual da Verdade , falaram Marta Teixeira, de 65 anos de idade, e Marinês, 53, ambas residentes no Rio de Janeiro. Elas estavam acompanhadas dos irmãos Carlos, 56, que mora no Rio Grande do Norte; Isaac,66, que reside no Ceará; e Maria José, 58, que vive em João Pessoa. Ao lado da família, estava Elizabeth Teixeira, com 89 anos de idade. Duas netas do estado fluminense compareceram ao encontro.

Leia a matéria completa na edição deste domingo do jornal Correio da Paraíba.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.