Início Geral

Documentos revelam den?ncia de roubo milion?rio no Brasil Imp?rio

Documentos e jornais antigos guardam denúncias de desvios de recursos e falcatruas que ocorreram em vários momentos da política nacional. O período imperial foi marcado por escândalos financeiros desde o momento em que Dom João VI se estabeleceu no Rio de Janeiro, no dia 8 de março de 1808, vindo de Lisboa, e bancou todas as mordomias da turma que fugiu com ele da fúria do imperador francês, Napoleão Bonaparte, que objetivava apoderar-se de toda a Europa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Na época, vieram mais de 15 mil portugueses e todos foram bancados pelos cofres públicos até o dia em que Dom João VI resolveu voltar para Portugal e raspou (literalmente) o tacho do Banco do Brasil, levando até o último tostão. Diferente dos dias atuais, naquela época nada se apurava e ninguém era punido porque os contemplados com a roubalheira eram pessoas influentes que controlavam o Governo Imperial. Essa situação de roubalheira e impunidade perdurou por mais de 200 anos.

Mas, assim como hoje, naquela época, havia vozes que se levantavam contra a corrupção, que não acabou com o fim do Império, se fortaleceu logo nos primeiros anos da República e corroeu a cambalida economia brasileira, governo após governo, se tornando destaque internacional nas últimas três décadas.

Leia matéria completa na edição deste domingo (14) do jornal Correio da Paraíba.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.