Moeda: Clima: Marés:
Início Policial

Dois são presos suspeitos na morte de jovem pernambucana em João Pessoa

Homem foi achado pela polícia na casa de um amigo, no bairro de Mangabeira III
Patrícia Roberta desapareceu no domingo (Foto: Reprodução/TV Correio)

A Polícia Militar localizou e prendeu um homem de 23 anos de idade, suspeito de envolvimento no homicídio e ocultação de cadáver da jovem Patrícia Roberta, que veio de Caruaru (PE) e desapareceu em João Pessoa. Um amigo dele tambném foi preso suspeito de participar do crime. A localização do suspeito aconteceu nas últimas horas desta terça-feira (27), após buscas durante todo o dia na região da zona sul da capital.

Segundo os policiais do 5º Batalhão, que fizeram a prisão do suspeito, o homem foi achado na casa do amigo, no bairro de Mangabeira III. No local, a PM encontrou a motocicleta que pode ter sido usada pelo suspeito para transportar o corpo da vítima durante a madrugada de terça-feira, cuja ação foi captada por câmeras de segurança.

O suspeito foi conduzido para a Central de Polícia, junto com o amigo. Esse último já tinha sido detido horas antes pela PM com alguns objetos supostamente pertencentes ao suspeito do crime, havia sido apresentado na Delegacia da Polícia Civil e liberado naquela ocasião após oitiva. Agora, os dois seguirão detidos.

A real motivação do crime de homicídio e as circunstâncias que levaram à morte de Patrícia Roberta ainda serão esclarecidas pelas investigações.

O suspeito de assassinar a jovem Patrícia Roberta deverá responder pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver. O amigo dele foi liberado, mas também deverá responder por ter ajudado o suspeito a se esconder enquanto era procurado pela polícia.

O caso

Patrícia desapareceu no domingo (25) e a família acreditava que ela estivesse em João Pessoa. A jovem teria vindo à capital paraibana na sexta-feira (23) para encontrar um rapaz.

A última mensagem enviada pela jovem à família foi às 12h06 do domingo. Os pais de Patrícia Roberta vieram a João Pessoa para procurar a jovem e acionar a polícia.

O apartamento onde a jovem teria se hospedado fica no bairro de Gramame, na Zona Sul. Segundo os pais de Patrícia Roberta, uma pessoa da vizinhança disse ter visto quando o morador saiu do prédio com uma moça, que estaria desacordada.

De acordo com a Polícia Militar, à TV Correio, uma testemunha teria visto esse rapaz tentando jogar em um latão de lixo o que parecia ser um corpo enrolado em um material semelhante a um tapete. A testemunha tentou confrontar o rapaz para saber o que se tratava, mas se assustou e voltou para casa, de onde viu o suspeito fugir de moto com esse material. No lixo, a polícia encontrou pertences que seriam de Roberta.

A apuração da polícia constatou, com a família, que o homem com quem Patrícia esteve em João Pessoa seria um amigo que ela conheceu há dez anos, mas estava sem contatos, o que voltou a ocorrer recentemente. Os pais da jovem não gostavam desse rapaz.

No apartamento dele, no bairro de Gramame, na Zona Sul de João Pessoa, a polícia encontrou uma lista com nomes de mulheres, um altar com livros de magia e indícios de acesso à ‘deep web’.

Veja mais na cobertura da TV Correio:

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.