Início Geral

Domingo de paz

Muito se tem ouvido em ‘liberdade de expressão’, ‘liberdade de pensamento’, ‘livre manifestação’. Todos direitos constitucionais e, para mim, sem sombra de dúvida, inquestionáveis. Domingo, dia em que a Câmara Federal e seus 513 deputados votarão pela admissibilidade do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, a expectativa é de que o povo vá às ruas, livremente. Aliás, muitos chamamentos estão sendo feitos via redes sociais. Justo. Todos temos bandeiras, pensamentos, torcidas diferentes, agora, acima de tudo, é preciso se respeitar quem está ao nosso lado, seja de qual lado for. Respeitar e ser respeitado. Direitos e deveres, iguais. Que se vá às ruas pensando no tal “Estado Democrático de Direito”, tão citado nos últimos dias, pensando em não ferir, apenas fazer aflorar o pensamento, defendendo o que se acredita.

Que se faça uma disputa de argumentos, não de quebradeira. Um debate de ideias, ideais, convicções, com um único propósito: reerguer o Brasil. Que o domingo seja de paz. Leve a bandeira, defenda o que você acredita, cobre daqueles que foram eleitos, mas não se digladiem. Que não se precise de muro, como o construído em frente ao Congresso Nacional para separar as “torcidas organizadas” – sério? É assim que queremos ser tratados? Como pessoas que não conseguem manifestar o direito ao livre pensamento sem brigas, sem diálogo? Ao final, o povo é que sairá ‘ferido’, o povo é que continuará pagando a conta. E os políticos? Esses continuarão onde estão. O ex-presidente Fernando Collor que o diga.

‘Candidatíssimo’

Em contato com a coluna, a assessoria do Professor Gabriel garantiu que o vereador é ‘candidatíssimo’ nas eleições de outubro próximo, e que conta com o apoio do deputado Edmilson Soares, que também prepara o filho para a disputa na Câmara da Capital. São 27 cadeiras na Casa de Napoleão Laureano. Espaço não falta.

Lá e…

O vereador Bruno Farias usou a tribuna da Câmara de João Pessoa, esses dias, para criticar o prefeito Luciano Cartaxo. Recém-chegado à oposição, discursou como se fosse contrário a gestão desde a posse de Cartaxo.

…lô

O líder do prefeito na CMJP, Marco Antônio, pediu uma aparte para lembrar ao opositor que há uma semana integrava a bancada de situação.

“Impeachment…

“A nação quer mudar”, diz Manoel Junior. “Impeachment já!”. Foi com essas frases, citando o peemedebista Ulysses Guimarães, que o deputado Manoel Júnior encerrou discurso contundente na Câmara Federal, ontem.

…já”

Manoel Júnior fechou os discursos do PMDB, na tribuna da Câmara. Estava, como muitos ontem, com uma fita verde e amarela ao redor do pescoço.

Inconstâncias da política

Essa questão de Bruno e Marmuthe reflete um pouco a política como um todo. Ontem, ouvindo os discursos dos deputados federais, me deparei com quem sempre defendeu o PT, criticando, e quem criticava defendendo. A política sempre foi e será muito inconstante. A diferença é que essa mudança de lado está cada vez mais rápida.

PPL 1

O PPL realiza no dia 21 deste mês encontro estadual em João pessoa, com filiados e pré-candidatos às eleições de outubro. O evento contará com a presença de dirigentes nacionais.

PPL 2

Na Paraíba, o partido é presidido pelo sindicalista Francisco de Assis Pereira, o ‘Chico do Sintram’. No evento, o PPL definirá quantas prefeituras disputará.

Nas redes…

Pré-candidato a prefeito de João Pessoa, o secretário João Azevedo tem intensificado a participação nas redes sociais, especialmente no Twitter, nos últimos dias. Com direito a ‘pitacos’.

…sociais

“Enquanto trazemos avanço no estado, convoco todos os cidadãos de João Pessoa a pensar em melhorias, pautadas na organização e no trabalho”, escreveu.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.